Mamoplastia de Aumento: O que é, Preço, Antes e Depois com fotos

0
32

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Uma das várias cirurgias plásticas mais procuradas por mulheres é a mamoplastia de aumento, por ser o procedimento estético que pode aumentar os seios e ainda levantá-los.

A mamoplastia de aumento faz a correção de seios menores e caídos com o intuito de melhorar a autoestima da paciente. Nesse artigo falaremos sobre mais pontos importantes, sobre o que é a operação, quanto custa e muito mais!

 

O que é Mamoplastia de Aumento

Como já citado, a cirurgia visa aumentar o tamanho dos seios de uma mulher, assim como também levantar aqueles que estão caídos, através de próteses de silicone para que o trabalho fique perfeito ao trabalhar a silhueta de uma mulher.

Um ponto importante a se ressaltar é que a mamoplastia de aumento superou a lipoaspiração como cirurgia plástica estética mais procurada, então não é brincadeira quando se diz que é uma das mais populares atualmente.

 

Quando e para quem a Mamoplastia de Aumento é indicada?

A recomendação para esta cirurgia é para, como o nome já sugere, seios menores, que são desproporcionais no corpo de uma mulher e também para que corrija a assimetria deles com a mastopexia.

 

Para quem a Mamoplastia de Aumento não é indicada?

Infelizmente, mesmo que seja da vontade de alguma mulher realizar essa cirurgia plástica, ela não é indicada para determinadas pacientes, como por exemplo:

  • Pacientes que possuem algum tipo de câncer;
  • Quando o paciente possui doenças cardiovasculares que não são devidamente controladas e ainda mais se forem cardiopatas;
  • Mulheres grávidas e lactantes;
  • Que possui alguma hipersensibilidade alérgica a componentes de silicones (esse acaba por se tornar um caso raro, entretanto, todo cuidado é necessário);
  • Menores de idades não podem realizar o procedimento até que completem todo o desenvolvimento das mamas.

 

Quais cirurgias podem ser feitas junto com a Mamoplastia de Aumento?

Existem outras várias cirurgias plásticas que podem ser feitas junto com a mamoplastia de aumento para que seja realizada uma maior correção de todas as áreas que estão presentes na região.

Algumas dessas cirurgias podem até melhorar o estado de saúde do paciente, que já deixa de ser apenas um procedimento estético e passa a ser algo em que a saúde é priorizada. Aqui abaixo vão alguns exemplos.

 

– Lipoaspiração

A Lipoaspiração visa eliminar o excesso de gordura localizada que não é necessária para o corpo. Essa cirurgia perde preferência quando comparada com a mamoplastia de aumento em relação às mulheres.

 

– Abdominoplastia

Abdominoplastia é uma cirurgia plástica realizada com o intuito de remover o excesso de pele, gordura e recuperar também a firmeza dos músculos na região abdominal do corpo. Além disso, também é possível remover com essa cirurgia as estrias localizadas na região quando há remoção de pele.

 

– Mastopexia

Nem sempre a mamoplastia de aumento pode corrigir os seios caídos, neste caso, a cirurgia de mastopexia entra em ação justamente para realizar a correção, pois ela não envolve silicone.

 

Como é realizada a Mamoplastia de Aumento?

De certa forma, é um tanto quanto simples o processo de cirurgia da mamoplastia de aumento. É feito um corte pequeno por volta da aréola dos dois seios, mais baixo dos seios ou até mesmo na região das axilas, por onde é colocado o silicone para que seja feito o aumento no seio.

Fora a parte principal, ainda existem diversos passos que devem ser seguidos antes da cirurgia para garantir que tudo está de acordo com a paciente para que a cirurgia seja realizada. Como por exemplo:

 

– Consulta

É necessário, obviamente, começar com uma consulta para saber se a paciente está apta ou não para o procedimento, se ela pode realizar com segurança ou se é de fato indicado para ela.

 

– Exames

Exames são feitos para descobrir se a paciente possui algum tipo de problema que torne a cirurgia um risco para a vida da paciente que deseja este procedimento estético em específico.

 

– Anestesia

Outro ponto importante é a anestesia e qual deverá ser aplicada na paciente em questão, pois é necessário saber se é necessária apenas na região ou em todo o corpo para evitar qualquer tipo de imprevisto.

 

– Tempo de Internação

Comparada com outras cirurgias plásticas, a mamoplastia de aumento pede por volta de 12 horas de internação para garantir toda a segurança durante o pós operação.

 

– Duração

Além do curto tempo de internação, o período de cirurgia também não é dos maiores, pois pode levar entre até mesmo 2 ou 3 horas para que seja realizado com sucesso e sem complicações também.

 

– A cirurgia

Com todas as precauções e cuidados tomados, o médico dará início aos procedimentos para que a cirurgia seja feita o quanto antes. A partir disso, a paciente deve se manter nos conformes para que não seja adiada a cirurgia ou qualquer coisa do tipo.

 

– Pós-Operatório e Recuperação

Agora que a cirurgia está feita, a paciente passará para o pós-operatório para garantir o sucesso da cirurgia e depois para sua recuperação, com o intuito de que não haja infecções ou rompimento dos pontos.

 

Principais dúvidas:

Assim como todas as outras cirurgias, a mamoplastia de aumento também é cercada de dúvidas das pacientes de primeira viagem e que ainda possuem um certo receio em relação ao procedimento estético, o que é normal naturalmente.

Por isso que aqui esclarecemos algumas dessas dúvidas, para garantir que as incertezas diante delas sumam.

 

– Posso fazer Mamoplastia de Aumento antes de engravidar?

Sim! A paciente pode realizar a mamoplastia de aumento antes de engravidar, mas é importante estar ciente de que não pode ser feito durante uma gestação por gerar riscos.

A paciente deve conversar antes com o seu cirurgião plástico para que o procedimento esteja de acordo com as recomendações.

 

– Posso amamentar após a Mamoplastia de Aumento?

Isso varia de acordo com o procedimento estético, pois é possível que haja conexões nervosas que foram danificadas, a depender de quais técnicas foram utilizadas e também da quantidade de tecido que foi removido.

Novamente, a conversa com o cirurgião plástico é necessária para que tudo fique de acordo.

 

– Como ficam as cicatrizes na Mamoplastia de Aumento?

As cicatrizes dessa cirurgia claramente estarão presentes nas primeiras semanas da operação, entretanto, o resultado definitivo é alcançado entre 4 ou 8 semanas após a cirurgia, pois nesse período elas já não são mais visíveis.

 

Como escolher a clínica ou o cirurgião ideal para sua Mamoplastia de Aumento

Para escolher a clínica ideal ou o melhor cirurgião para se informar e até mesmo realizar a cirurgia, a paciente deve se atentar ao histórico da clínica e do cirurgião, se as reclamações passam dos elogios, se ele possui certificado e se transparece competência, pois essa ainda é uma cirurgia delicada.

Inclusive, é recomendado que o cirurgião faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

 

– Mamoplastia de Aumento antes e depois (Fotos)

Aqui vão alguns exemplos de resultados das cirurgias de mamoplastia de aumento para mostrar o quão bem trabalhado pode ser esse procedimento estético:

 

Mamoplastia de Aumento Antes e Depois Foto – Crédito Imagem: Renee Burke, MD

 

Mamoplastia de Aumento: O que é, Preço, Antes e Depois com fotos
Mamoplastia de Aumento com Lipo Antes e Depois Foto – Crédito Imagem: Petrungaro Plastic Surgery

 

Mamoplastia de Aumento: O que é, Preço, Antes e Depois com fotos
Mamoplastia de Aumento Antes e Depois Foto – Crédito Imagem: Alexander Sinclair, MD

 

Mamoplastia de Aumento – Valor e forma de pagamento

Um ponto importante para quem nunca pesquisou muito sobre e ainda sim possui interesse, é o valor e as formas de pagamento que estão presentes para esse tipo de cirurgia.

 

– Quanto custa a Mamoplastia de Aumento?

Uma cirurgia dessa custa por volta de R$ 5.000,00 e pode variar de acordo com as cirurgias que são acompanhadas, como citadas durante o artigo.

 

– Como se paga a Mamoplastia de Aumento?

A cirurgia pode ser paga à vista ou parcelada em cartão, pois plano de saúde não costuma cobrir procedimentos quando são estéticos.



Fonte