Maranhão registra 27ª morte e tem 445 casos de coronavírus | Maranhão

    0
    86

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Subiu para 27 o número de mortes causadas pelo novo coronavírus no Maranhão, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) neste domingo (12). O número de casos confirmados também subiu de 398 para 445 em 24h.

    Os casos confirmados estão distribuídos em 22 municípios maranhenses. De acordo com a SES, nas últimas 24 horas, foram registradas três novas mortes, todas as pacientes são mulheres com idades entre 61 e 86 anos. Uma delas, é a auxiliar de enfermagem Maria Madalena Barbosa, que morreu devido a complicações provocadas pela Covid-19.

    Ao todo, 244 pacientes com casos confirmados estão em isolamento domiciliar e 106 estão internados em hospitais da rede estadual e privada. O estado possui, até o momento, 2.226 casos suspeitos, descartou 2.104 e já realizou 2.549 testes para o novo coronavírus.

    Casos confirmados do novo coronavírus no Maranhão

    Fonte: Secretaria de Saúde do Maranhão (SES)

    Veja abaixo mais detalhes sobre os óbitos por Covid-19 já registrados no Maranhão:

    1. Homem de 49 anos, de São Luís, com histórico de hipertensão;
    2. Mulher de 89 anos, de São Luís, com histórico de cardiopatia, hipertensão e câncer de mama;
    3. Homem de 70 anos, de São Luís, com histórico de hipertensão, obesidade e diabetes;
    4. Homem de 74 anos, de São Luís, com histórico de doenças no cardíacas;
    5. Mulher de 79 anos, de São Luís, com histórico de hipertensão, diabetes e problemas renais;
    6. Homem de 94 anos, de São Luís, sem histórico de comorbidades;
    7. Homem de 50 anos, de São Luís, com histórico de diabetes, hipertensão e obesidade;
    8. Homem de 64 anos, de São Luís, sem informações sobre o histórico médico;
    9. Mulher de 36 anos, de São Luís, que já tinha histórico de doença renal crônica;
    10. Homem de 75 anos, de São Luís, com quadro de doença renal crônica, diabetes e hipertensão arterial;
    11. Homem de 64 anos, de São Luís, que era hipertenso e tabagista;
    12. Mulher de 72 anos, de Paço do Lumiar, com histórico de hipertensão, diabetes e doença renal crônica;
    13. Mulher de 68 anos, de São Luís, com histórico de hipertensão, diabetes e doença renal crônica;
    14. Homem de 60 anos, de São Luís, cardíaco;
    15. Homem de 66 anos, de Paço do Lumiar, com histórico diabetes;
    16. Mulher de 65 anos, de São Luís, sem outras doenças associadas;
    17. Mulher de 34 anos, de São Luís, sem outras doenças associadas;
    18. Homem de 88 anos, de São Luís, com histórico de hipertensão;
    19. Mulher de 54 anos, de São Luís, com histórico de hipertensão e doença neurológica;
    20. Homem de 57 anos, de São Luís, com histórico de hipertensão e doença respiratória;
    21. Mulher de 84 anos, de São Luís, com histórico de hipertensão e diabetes;
    22. Mulher de 76 anos, de São Luís, com histórico de hipertensão;
    23. Mulher de 80 anos, de São Luís, com histórico de hipertensão e diabetes;
    24. Mulher de 68 anos, de São Luís, com histórico de doença reumatológica;
    25. Mulher de 71 anos, de São Luís, com quadro de diabetes, hipertensão e doença renal crônica;
    26. Mulher de 86 anos, de São Luís, com quadro de Hepatite C e Alzheimer;
    27. Mulher de 61 anos, de São Luís, com diabetes e obesidade.

    Mortes por Covid-19 no Maranhão

    Por data de publicação pela Secretaria de Saúde

    Fonte: Secretaria de Estado de Saúde (SES)

    O novo coronavírus atinge 22 cidades em todo o Maranhão. Veja a lista das cidades abaixo:

    1. São Luís – 369 casos (25 óbitos)
    2. São José de Ribamar – 28 casos
    3. Paço do Lumiar – 14 casos (2 óbitos)
    4. Imperatriz – 12 casos
    5. Timon – 02 casos
    6. Raposa – 03 casos
    7. Açailândia – 01 caso
    8. Cajapió – 01 caso
    9. Cachoeira Grande – 01 caso
    10. Cantanhede – 01 caso
    11. Chapadinha – 01 caso
    12. Colinas – 01 caso
    13. Santa Inês – 01 caso
    14. São Benedito do Rio Preto – 01 caso
    15. Urbano Santos – 01 caso
    16. Viana – 01 caso
    17. Vitória do Mearim – 01 caso
    18. Santa Rita – 02 casos
    19. Mirinzal – 01 caso
    20. Altamira do Maranhão – 01 caso
    21. Zé Doca – 01 caso
    22. Caxias – 01 caso

    Faixa etária dos pacientes

    • 0 a 9 Anos – 02 casos
    • 10 a 19 Anos – 02 caso
    • 20 a 29 Anos – 41 casos
    • 30 a 39 Anos – 124 casos
    • 40 a 49 Anos – 117 casos
    • 50 a 59 Anos – 63 casos
    • 60 a 70 Anos – 53 casos
    • Mais de 70 – 41 casos
    • Não informado – 01 caso

    Percentual de casos por sexo

    • Masculino – 49 %
    • Feminino – 51%

    Taxa de ocupação de leitos de UTI para a Covid-19 no MA

    • Total de leitos de UTI – 132
    • Leitos ocupados de UTI – 22
    • % de ocupação das UTIs – 16,66%

    Taxa de ocupação de leitos clínicos exclusivos para a Covid-19 no MA

    • Total de leitos – 120
    • Leitos ocupados – 45
    • Leitos Livres – 79
    • Porcentagem de ocupação – 37,5%

    Por causa da evolução no número de casos, a proibição de funcionamento de diversos comércios e estabelecimentos no Maranhão foi mantida por tempo indeterminado, mas, segundo o Governo do Maranhão, será reavaliada semanalmente. A proibição de funcionamento afeta os seguintes segmentos:

    • Bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres;
    • Templos, igrejas e demais instituições religiosas;
    • Museus, cinemas e outros equipamentos culturais, público e privado;
    • Academias, clubes, centros de ginástica e estabelecimentos similares;
    • Lojas ou estabelecimentos que pratiquem o comércio ou prestem serviços de natureza privada;
    • “Shopping center”, galeria/centro comercial e estabelecimentos congêneres, salvo quanto a supermercados, farmácias e locais que prestem serviços de saúde no interior dos referidos dos estabelecimentos;
    • Feiras e exposições;
    • Indústrias, excetuadas as dos ramos farmacêutico, alimentício, de bebidas, produtos hospitalares ou laboratoriais, obras públicas, alto forno, gás, energia, água, mineral, produtos de limpeza e higiene pessoal, bem como respectivos fornecedores e distribuidores.

    Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

    Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

    Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

    Dicas de prevenção contra o coronavírus  — Foto: Arte/G1

    Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1



    Fonte