Menino de dois anos morre após ser atingido por tanque de lavar roupas durante brincadeira no litoral de SP | Santos e Região

    0
    11

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Um menino de dois anos morreu após ser atingido por um tanque de cimento enquanto brincava em casa e morreu horas depois em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Pietro Miguel Stoque dos Santos chegou a receber atendimento em uma UPA da cidade, mas recebeu alta médica e morreu em casa. A Polícia Civil confirmou ao G1, nesta quinta-feira (24), que a família alega negligência médica e equipes investigam o caso.

    O acidente ocorreu na residência localizada na rua São Francisco, no bairro Suarão. A mãe do menino contou à Polícia Civil que o menino brincava no quintal e, em determinado momento, o tanque de lavar roupas caiu em cima dele. O menino ficou com ferimentos na região do peito e foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Infantil.

    Na unidade de saúde, a mãe contou que o menino recebeu atendimento médico. Ele ficou em observação por cerca de três horas e, em seguida, recebeu alta médica. Já em casa, ele reclamou com a mãe que estava com dor e ela deu um medicamento a base de dipirona para aliviar os sintomas. Em seguida, ela colocou o menino para dormir.

    De madrugada, por volta das 2h30, a mãe notou que Pietro não estava respirando e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou o óbito. Equipes da Polícia Militar e perícia da Polícia Civil também compareceram ao local. O corpo do menino foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame necroscópico. O resultado deve ficar pronto em 30 dias, conforme informou as autoridades.

    O caso foi registrado como morte suspeita na Delegacia Seccional de Itanhaém e será encaminhado para a Delegacia de Defesa da Mulher, que atende também crianças e adolescentes vítimas de violência física, moral e sexual.

    A família alegou à Polícia Civil que houve negligência no atendimento, já que o menino recebeu alta médica na UPA. A Secretaria de Segurança Pública informou que os médicos e demais profissionais que socorreram Pietro serão ouvidos nos próximos dias. O laudo pericial do corpo da criança deve determinar se houve negligência médica ou não.

    Em nota, a Secretaria de Saúde de Itanhaém informou que a criança foi atendida pela equipe médica assim que chegou a unidade e passou por um raio-x do tórax AP (antero-posterior) que não evidenciou nenhuma fratura. A criança ficou no local em observação por volta de cinco horas e depois teve alta. Já em casa, foi a óbito durante a madrugada.

    Ainda conforme a pasta, foi aberta uma sindicância para total apuração do ocorrido, com a profunda análise de todos os dados e documentação do atendimento. O médico será preventivamente afastado do atendimento. A Secretaria se solidariza com a família e afirma que fará uma severa apuração do ocorrido.

    VÍDEOS: G1 em 1 Minuto Santos



    Fonte