Mulher descobre que sarda ‘fofa’ em formato de coração é um câncer agressivo | Mundo

0
29

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

O orgulho de uma sarda “fofa” em formato de coração, localizada na bochecha, se transformou na luta contra um câncer de pele. KayIa Mailer, de 32 anos, descobriu que sua marca de beleza era uma forma “altamente agressiva” de melanoma. A mulher de Portland, Oregon (EUA) conseguiu se curar da doença e agora pede que as pessoas usem protetor solar.

A sarda na bochecha esquerda acompanha a diretora de palco e secretária desde os 12 anos de idade, mas ao longo de 15 anos se transformou em um formato de coração. A pinta ficou mais escura e perdeu sua forma distinta quando Kayla completou 27 anos, o que a fez procurar um médico e ser encaminhada a um dermatologista, que retirou a sarda para uma biópsia.

Três dias depois, a mulher recebeu a notícia de que era uma forma “altamente agressiva” de melanoma. Ela foi submetida a uma cirurgia onde “cortaram” sua pele camada por camada, deixando-a com um buraco em seu rosto.

Depois, os testes revelaram que não havia mais câncer presente, e Kayla passou por uma cirurgia plástica no rosto para fechar a ferida aberta. “Se eu não o tivesse removido, teria morrido quando tinha 28 anos”, disse a mulher.

“Quando recebi a ligação do dermatologista dizendo que eu tinha uma forma altamente agressiva de melanoma, estava me preparando para trabalhar no turno da noite de 12 horas. ‘Eu chorei no meu banheiro e [daí em diante] tive uma ansiedade constante sobre a morte”, desabafou.

Agora sem câncer, Kayla está compartilhando sua história de luta para encorajar as pessoas a sempre usarem protetor solar.



Fonte