Mulher diz que não bebe água há um ano e que ‘jejum seco’ a curou

0
125

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.
Foto: Reprodução / Instagram

A professora de ioga Sophie Partik, de 35 anos, mora em Bali, na Indonésia, e afirma que parara de beber água mudou completamente a vida dela. 

A professora pratica jejum diariamente por pelo menos 13 horas e consome apenas sucos, frutas e água de coco, o que ela chama de “água viva”. “Eu tinha inchaço extremo no rosto e nas articulações, estava tão inchado que parecia doente. Os médicos me diziam que não havia nada errado comigo e, se eu quisesse me livrar dos olhos inchados, poderia ser submetida a uma cirurgia”, contou. 

Sophie conheceu o “jejum seco” depois da indicação de um amigo que decidiu tentar. “Logo de cara o inchaço começou a melhorar, então eu queria pesquisar um pouco mais. Eu tenho procurado respostas durante toda a minha vida e pensei que era a maneira do universo de enviá-las para mim. Quando você começa a jejuar a seco, logo percebe que seu corpo não precisa de água”, afirma.

Importância de beber água

Os especialistas em saúde reforçam a importância de ter hábitos saudáveis, como cuidar da alimentação, beber água com frequência e praticar atividade física regularmente. Esses cuidados são capazes de prevenir doenças, como colestrol alto, obesidade e hipertensão. Cuidar da saúde é algo que deve ser feito todos os dias, mas aproveitar o inicio de um novo ciclo para começar a ter práticas saudáveis, é uma boa alternativa para deixar a vida sedentária de lado. 

A nutricionista Marina Uvo, especialista em comportamento alimentar, reforçou a importância de começar o dia garantindo a hidratação. “Não podemos bobear, especialmente após tantas festividades onde consumimos uma quantidade maior de alimentos gordurosos, açúcares e bebidas alcoólicas. É importante repor os líquidos com as temperaturas aumentando devido o verão porque transpiramos mais e nos expomos muito ao sol. A desidratação pode causar dores de cabeça, indisposição e até problemas renais. Por isto vale a pena carregar sua garrafinha de água e apostar em alimentos ricos neste nutriente, como água de coco, melancia, melão e morango”.

Cinco razões para você começar a tomar mais água

Ajuda a perder peso: Consumir água regularmente ajuda a manter o metabolismo ativo e ágil, permitindo que você assimile o alimento muito mais rápido. Além disso, é também um poderoso aliado para combater a constipação.

Ajuda a eliminar a acne: Um dos benefícios do “fluido vital” é a sua capacidade para estimular a libertação de toxinas. Então, se você é uma pessoa que sofre de acne, o consumo de água vai ajudar a se livrar dessas impurezas na pele, limpando e minimizando a sua presença.

Ajuda a manter a pele bonita: Consumir 2 litros de água por dia vai lhe permitir manter-se hidratado, o que se reflete na aparência da pele, mantendo-a macia, livre de rugas e ressecamento. Ao mesmo tempo, este líquido também fornece benefícios poderosos se você aplicar diretamente a ela: lavar a pele (especialmente a pele) com água fria regularmente deixa-a mais suave a cada dia.

Fornece noites de sono: A água é tão gentil e ainda vai trazer grandes benefícios que, de acordo com um estudo da Universidade de Loughborough, no Reino Unido, tomar um banho quente antes de dormir ajuda a ter uma boa noite de sono profundo e reparador, assim como tomar um copo de água morna antes de deitar.

Ajuda a limpar seu corpo de dentro para fora: Já falamos que beber bastante água é favorável à aparência da pele, e além disso irá proporcionar grandes benefícios internos, porque você vai estar constantemente removendo as toxinas por meio da urina, o que ajuda seu corpo a ficar saudável. A água é um excelente remédio para melhorar o funcionamento dos rins mantendo os níveis de ureia e creatinina mais baixos, os quais normalmente aumentam com o passar do tempo ou devido à ingestão de medicamentos.

Com informações do Daily Mail!



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda