Mulher é presa e cães são resgatados com doenças e sinais de maus-tratos em Guarujá, SP | Santos e Região

    0
    12

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Quatro cães foram resgatados após uma denúncia de maus-tratos, em Guarujá, no litoral paulista, na última quinta-feira (1). Depois de constatada a veracidade da denúncia, uma mulher responsável pelos animais foi detida e autuada em mais de R$ 20 mil.

    De acordo com a Polícia Militar Ambiental, a equipe atendeu uma denúncia no bairro Jardim Progresso sobre maus-tratos de cães. A mulher responsável pelo imóvel autorizou a entrada deles e acompanhou a vistoria no quintal da casa, após esclarecer que possuía quatro cães de raça não definida.

    No local, os policiais encontraram uma cadela solta no quintal da frente e três cães soltos nos fundos da residência. Após avaliação clínica, os animais foram diagnosticados com secreção ocular e caquexia, uma síndrome complexa, que resulta na perda progressiva de peso do animal.

    Um filhote ainda estava com dermatite crostosa com forte odor, magreza, otite purulenta (inflamação do conduto auditivo dos cães, causadas por fungos e bactérias), alopecia generalizada (perda de pelos) e onicogrifose (uma patologia que se caracteriza por um espessamento excessivo das unhas).

    Durante a vistoria, não foi visualizado nenhum pote contendo água ou alimentação. Quando questionada se possuía alimento e receituário médico veterinário, a mulher respondeu que não tinha e que estava com problemas financeiros para tratar dos animais.

    Animais foram resgatados após responsável dizer que não possuía condições que cuidar dos cães, em Guarujá, SP. — Foto: Divulgação/Polícia Militar

    Diante dos fatos, foi dada voz de prisão à responsável, que foi conduzida à 2° Delegacia de Polícia de Guarujá. Após o delegado tomar ciência dos fatos, ele determinou a prisão em flagrante da mulher, que permaneceu sob custódia na delegacia.

    Um boletim de ocorrência foi registrado sobre prática de maus-tratos a animal doméstico, nos termos da Lei n° 14064/2020. Além disso, foi elaborado, também, o Auto de Infração Ambiental (AIA), pelo mesmo motivo, sendo aplicada sanção de multa simples, no valor de R$ 24 mil. Após os procedimentos legais, os cães foram apreendidos e destinados para a unidade de bem estar animal do município.

    VÍDEOS: G1 em 1 Minuto Santos



    Fonte