Mulher grávida foi morta pelo companheiro após discussão

0
27

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

O homem suspeito de ter assassinado a sua companheira, que estava grávida de quatro meses, nesta quarta-feira (22), em Ibicaré, município do Oeste de Santa Catarina, está preso. Ele confessou o crime e alegou que tudo começou com uma discussão por causa de um celular.

Janete dos Santos, de 40 anos, foi encontrada sem vida dentro da residência e a faca utilizada no feminicídio estava suja de sangue e jogada no quintal da casa.

Conforme o delegado Devyd Lima, que é responsável pelas investigações, relato de testemunhas apontam que, por volta das 23h, o filho da vítima, menor de idade, gritou por socorro e o vizinho, que mora na casa de trás, foi até o local para ver o que estava acontecendo. Quando entrou na casa viu o autor dando facadas na vítima.

Imediatamente ele tentou conter as agressões, tirando a faca que estava de posse do homem.

“A prisão em flagrante pelo crime de feminicídio foi formalizada na Delegacia de Joaçaba. Ele confessou o crime e alegou que tudo começou com uma discussão por causa de um celular. Ele queria pegar o celular dela para copiar aplicativos para o aparelho dele, que teria recém comprado”, disse o delegado Devyd Lima, em entrevista ao site Éder Luiz.

Ainda segundo o delegado, o crime foi cometido com agravantes.

“Houve agravantes neste crime, uma vez que a vítima estava grávida. A outra circunstância é que o filho da vítima teria presenciado a cena. Essas circunstâncias servirão para aumentar a pena eventualmente imposto pelo processo crime”.

O autor, que não teve a identidade revelada, está no Presídio Regional de Joaçaba.

 

Fonte: ClicRDC

 



Fonte