Nova técnica utilizada pelo médico vascular Gustavo Marcatto trata vasos e varizes de forma não invasiva – Vogue

0
4

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

É fato que as mulheres são as mais afetadas por vasinhos e varizes, veias que dilatam e ficam aparentes. E você já deve ter ouvido histórias de longos e dolorosos tratamentos sem um resultado satisfatório.

Mas com técnicas modernas e não invasivas, que necessitam de poucas sessões, o médico vascular Dr. Gustavo Marcatto (CRM 157505), professor da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) e membro titular da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia (SBLMC), vem obtendo sucesso em seus tratamentos. Hoje, ele atende em seu consultório em São José do Rio Preto, que já conta com uma lista de pacientes famosas. O seu segredo, além do uso de novas tecnologias, está em investigar a raiz do problema realizando um diagnóstico completo e formulando um tratamento individualizado.

O médico vascular Dr. Gustavo Marcatto (CRM 157505) (Foto: Divulgação)

E engana-se quem pensa que essa é apenas uma questão de vaidade: além de afetar a aparência, a doença causa inchaço, dor, cansaço e pode levar a feridas e até trombose, e o principal fator para as varizes é genético. “Por essa razão algumas mulheres têm mais do que outras. Além do que, a gravidez e o uso de anticoncepcional, especialmente para quem passa muito tempo parada em pé ou sentada, podem agravar a situação”, diz Dr. Gustavo.

A notícia boa é que, apesar de não existir uma cura definitiva, os novos procedimentos agem de forma segura, eficaz e duradoura. Logo na primeira consulta é feito um diagnóstico usando realidade aumentada para identificar a raiz dos vasinhos e um Ultrassom Doppler para avaliar a saúde da circulação. No mesmo dia já é possível iniciar o tratamento com as duas técnicas modernas e mais efetivas: a primeira, CLaCS (Cryo Laser & Cryo  Sclerotherapy) que, guiada pela realidade aumentada, identifica os vasos e utiliza a sinergia entre o laser e a escleroterapia. “É um método seguro que evita em 85% os casos de cirurgia eliminando as varizes e os vasinhos  que não leva à internação ou ao repouso, deixando as pernas bonitas e saudáveis no mesmo procedimento”, conta. A segunda é mais específica para varizes grossas e a veia safena. “Antigamente para tratá-la era preciso fazer cortes na perna e ficar mais de 30 dias de repouso. Hoje, com o Endolaser não há necessidade. A paciente realiza o procedimento na própria clínica e volta para casa andando”, conta. 

"A paciente realiza o procedimento na própria clínica e volta para casa andando”, conta dr. Gustavo (Foto: Getty Images)

“A paciente realiza o procedimento na própria clínica e volta para casa andando”, conta dr. Gustavo (Foto: Getty Images)

Vale lembrar que cada caso é único e deve ser tratado de acordo com as necessidades específicas e que a visita ao médico nos primeiros sinais ou sintomas é fundamental. Eles são mais comuns nas pernas, mas podem ocorrer também na face, no colo (principalmente em seios com prótese de silicone) e nas nádegas. Por ser uma doença genética, acompanha a pessoa por toda sua vida, e por isso é fundamental um tratamento completo e eficaz para que se evitem complicações. Os métodos realizados pelo Dr. Gustavo ajudam a melhorar a qualidade de vida e assim manter as pernas sempre bonitas e com a circulação saudável.

Você pode conhecer mais sobre o Dr. Gustavo Marcatto pelo Instagram.



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda