Nutrição Inteligente | O que colocar na lancheira do meu filho?

0
108

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.
Volta as aulas
(Foto: Google Imagens)

Com o fim das férias, muitas mães
já se preocupam com o lanche das crianças. Existem muitos obstáculos para
enfrentar: aceitabilidade, tempo, higiene, modo de conservação… E acima de
tudo, ser saudável. E com tantas dificuldades, optam sempre para o mais fácil e
mais prático; que na maioria das vezes, não são escolhas saudáveis, porém as
crianças adoram.

A obesidade infantil vem
crescendo cada vez mais e com certeza, a alimentação escolar influencia muito
nisto. As crianças precisam de nutrientes essenciais para o seu crescimento e
desenvolvimento. Como passam a maior parte do tempo na escola, devem levar
lanches saudáveis e equilibrados, pois assim o cérebro consegue captar melhor
as informações durante as aulas, contribuindo para um melhor rendimento
escolar. Sendo assim, a hora do lanche precisa ser saborosa, atrativa e divertida
para os pequenos.

Então vamos direto ao assunto com
as dúvidas mais frequentes:

Meu filho não quer comer alimentos saudáveis, o que fazer?

 – Negocie um dia da semana para seu filho
escolher o que preferir levar de lanche. Sugira para que seja no meio da
semana, pois fica distante do final de semana, que, comumente já entram com
alguns abusos na alimentação.

– Procure variar o possível nas
opções e nas cores do lanche. Assim incentiva o prazer e o desejo de comer.

O que não pode faltar na lancheira?

– Coloque um produto de cada grupo alimentar: Uma fonte de proteína ou lácteo, uma fruta ou legume in natura e um carboidrato.  Além de uma bebida para hidratar. Cuidado com lanches que precisam de refrigeração como queijo, leite e iogurte, são alimentos fáceis de estragar. Sugiro uma lancheira térmica para melhor conservação destes alimentos.

Foto: Google Imagens

Meu filho não come frutas o que fazer?

 – Negocie com seu filho, deixe participar da
escolha da fruta. Se não quiser nenhuma, escolha frutas que não estragam com
facilidade. Se a criança não comer na escola, comerá em uma outra oportunidade;

–  A frutas da estação são mais baratas e
possuem menos agrotóxicos. Prefira as que possam ser consumidas com cascas ou
que são fáceis de descascar (como banana) pois, a maioria delas perdem
vitaminas e oxida (aparência escura) quando cortadas. As frutas e legumes são
nutritivos e suas cores deixam o lanche mais atrativo.

Na escola em que meu filho estuda vende salgado e ele só quer
comer isto, como posso evitar?

Como dito anteriormente
negocie um dia da semana para o consumo. Oriente para escolher assados e evitar
frituras e massas folhadas. O pão de queijo, a torta e a esfirra são boas
opções;

– Não esqueça de perguntar sobre o
lanche dos colegas. Assim fica mais fácil identificar quando seu filho comeu
algo do amigo. As trocas de lanches são muito comuns entre eles.

O que posso colocar para meu filho beber?

– Uma garrafinha de água ajuda a
criar o hábito de beber bastante água ao longo do dia e, a água de coco pode
ser uma alternativa ao invés dos sucos industrializados;

– O suco natural deve ser
preparado na hora de sair de casa para aproveitar melhor as vitaminas e
minerais. Na falta de tempo para preparar, uma dica é congelar o suco em
forminhas de gelo (podem ficar armazenados no freezer por meses). Ao organizar
a lancheira, coloque os cubos em uma garrinha térmica. O suco irá descongelar
aos poucos até a hora lanche. 

Me preocupo sempre com a higiene dos alimentos, como posso fazer para evitar contaminações?

– Coloque o lanche sempre dentro
da lancheira, evitando o contato dos alimentos com outros materiais que seu
filho for levar para a escola;

– Embale o sanduíche em papel
filme ou alumínio, protegendo e evitando que o aroma do menos não interfira no
gosto dos outros alimentos que o acompanha. Deixe bem acondicionados para que
não saiam do lugar até chegar à escola.

Meu filho já enjoou do lanche que leva, o que fazer?

– Evite monotonia. Use sua
criatividade, procure receitas na internet para variar o máximo possível as
opções de lanches e as cores para a seu filho sentir prazer e desejo em comer.
Varie o cardápio semanalmente, considerando a idade de seu filho (cada faixa
etária apresenta necessidades nutricionais e calóricas diferentes), possíveis
alergias alimentares e intensidade de atividade física. Consulte seu pediatra
ou nutricionista.

– Prefira pães, bolos ou bolachas
integrais multigrãos ao invés de pães brancos, bisnaguinhas, bolachas recheadas
e salgadinhos. Assim é possível aumentar o aporte de fibras, deixando seus
filhos satisfeitos por mais tempo.  Se
for colocar bolachas na lancheira, nunca coloque o pacote inteiro. Separe em
porções de 4 a 5 bolachas para não correr o risco de seu filho passar da
quantidade adequada;

– Prefira frutas naturais (in
natura) ao invés de secas e desidratadas. Suco natural ao invés dos de
caixinha, refrigerantes ou achocolatados. Produtos industrializados são cheios
de açúcares, conservantes e gorduras e pouco valor nutricional;

– Varie as opções de proteínas
(queijo branco, ricota temperada, requeijão, leite, iogurte, cream cheese);

– Escolha alimentos que seu filho
goste e esteja acostumado a comer, fazendo com que a lancheira seja uma
extensão da alimentação de casa;

– Use cortadores de biscoitos e sanduíches em formatos diferentes e divertidos para o lanche ficar diferente e atrativo;

Foto: Google Imagens
Foto: Google Imagens

A seguir, algumas opções de lanches considerando sempre a
combinação: Carboidrato + fruta ou legume + Proteína + Bebida:

– Manga picadinha +
Bisnaguinha integral + Queijo magro, minas ou ricota) + 250 ml de Água Mineral;

– Goiaba Picadinha
+ Pãozinho de Leite + Cream Cheese + Suco Uva Natural;

– Morango + Uva +
Bolo de cenoura caseiro + Suco de Abacaxi com Hortelã;

– Tomatinhos Cereja
+ Pão integral com geléia natural + Ovinhos de Codorna com Azeite + Suco
Acerola;

– Manga picadinha +
Bisnaguinha integral + Queijo magro, minas ou ricota) + 250 ml de Água Mineral;

–  Maçã + Uma porção de bolacha integral +
Requeijão Light + 250 ml de Água de coco;

– Banana + Cereal
integral + Iogurte + 250 ml de Água Mineral;

 –  Mamão
e melão em palitinhos + Bolo de banana caseiro + Cubinhos de Ricota
+ Leite Geladinho;

– Melão em bolinhas (use um boleador) + Tapioca com queijo
branco e geléia de frutas + Suco de Uva;

–  Mexerica ou Tangerina + 4 Cookies integrais + Rolinho
de queijo + Água de coco;

– Banana + Cereais + Mel + Leite Fermentado.

Você pode encontrar Maristela nas seguintes redes sociais:

Instagram
Facebook



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda