O “erro médico” do cirurgião plástico Dr Carlos Tajra: fez lipoescultura ao invés de lipoaspiração, diz Brysa Silva

0
23

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Há uma semana, a técnica em enfermagem Brysa Silva, divulgou em suas redes sociais uma denúncia contra um dos médicos mais conhecidos de Teresina, uma referência no assunto cirurgia plástica, que é o Dr Carlos Tajra.

A mãe de Brysa, a empresária Benedita Mesquita Ramos Rocha, de 38 anos, morreu no último dia 24 de setembro após sofrer com as complicações de uma cirurgia plástica feita pelo Dr Carlos Tajara. Para a jovem, Benedita morreu por erro médico.

Entre acusações nas redes sociais e resposta do médico, Brysa decidiu divulgar um vídeo mostrando o que de fato foi o “erro médico” do Dr Carlos Tajra: segundo ela, a mãe havia solicitado uma lipoaspiração e não uma lipoescultura, conforme informado pelo próprio médico.

Benedita Mesquita Ramos Rocha, de 38 anos: segundo a filha, ela queria lipoaspiração e o médico fez lipoescultura (Foto: Reprodução)

Além disso, a jovem diz que o médico mentiu ao dizer que tinha uma equipe médica cuidando. Brysa mostrou prints de conversas com Dr Carlos Tajra e reclama de “não ser médica” e que mesmo assim ele fazia com ela desse informações sobre o estado de saúde da mãe, se estava com febre ou não por exemplo.

“Eu queria que ele (Dr Carlos Tajra) gravasse um vídeo esclarecendo tudo, que pedisse desculpa para a gente da família e colocasse uma nota de esclarecimento verdadeira. Porque tudo que ele disse até agora é mentira. Lipoescultura é quando você retira gordura e utiliza. Lipoescultura é quando você retira gordura localizada da barriga e faz preenchimento em qualquer parte do seu corpo. Já a lipoaspiração é a gordura que você tira e não é reutilizada. É descartada. E agora quero que vocês vejam o termo de consentimento: para cirurgia de quê? Lipoaspiração. Agora, Doutor, porque o senhor colocou que foi lipoescultura?”, questionou Brysa. Assista o vídeo divulgado pela jovem:

TERMO DE CONSENTIMENTO

Brysa mostrou o documento que é um Termo de Consentimento, assinado pela própria mãe antes de morrer. Segundo ela, foi conseguido junto ao hospital. E cobra que o próprio Dr Carlos Tajra apresente um documento, algo formal que não caracterize, segundo ela, erro médico. A jovem e sua família já procuraram uma assessoria jurídica e pretendem entrar com um processo de indenização contra Dr Carlos Tajra. No vídeo acima, ela questiona o fato da lipoescultura e reclama que Dr Carlos Tajra tenha feito preenchimento de bumbum em Benedita. “Você mesmo riscou que era lipoaspiração. O próprio hospital que mostrou, me deu um papel. Doutor, ela não pediu para colocar bumbum. Ela mesmo reclamava que já tinha o bumbum grande”, afirmou. Confira o termo:

O QUE DIZ O DR CARLOS TAJRA

A reportagem do OitoMeia buscou o próprio Dr Carlos Tajra para explicar a acusação de erro médico no que diz respeito a ter feito uma lipoescultura e não uma lipoaspiração. Até o fechamento desta matéria ainda não houve retorno. O espaço continua aberto. O que existe até o momento é uma resposta divulgada em seu Instagram, justamente a nota de esclarecimento contestada por Brysa, onde diz o seguinte: “É importante esclarecer que a paciente me procurou, em julho de 2021, pela confiança em mim depositada, em virtude de outros procedimentos cirúrgicos estéticos executados anteriormente. Na consulta, em comum acordo, acertamos a realização de lipoescultura de corpo inteiro, além de enxertia de gordura em região sacra e glúteo superior para refinamento de cirurgia prévia. Em setembro de 2021, procedemos com a cirurgia, contudo, a paciente adquiriu uma bactéria (Escherichia coli), com perfil não hospitalar, e que, infelizmente, evoluiu de forma grave com sepse generalizada.Desde o período pós-operatório e internação em UTI, a paciente teve toda a assistência necessária. Lamento a perda e adianto que estou à disposição da família”, disse em sua nota. Confira na íntegra:



Fonte