O que você precisa saber antes de fazer uma blefaroplastia | Médicos de Olhos S.A

0
13

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Apesar de ser mais conhecida como uma cirurgia estética, a blefaroplastia – procedimento que retira o excesso de pele das pálpebras – não é só sobre beleza: tem uma função importante na qualidade de vida dos pacientes. Com o passar dos anos e o processo natural de envelhecimento da derme, é comum que homens e mulheres comecem a se incomodar com as pálpebras pesadas e com a restrição do campo visual periférico. Para as mulheres, o problema se reflete ainda mais no espelho, já que o excesso de pele na região dos olhos dificulta a maquiagem e afeta a autoestima. “A cirurgia das pálpebras melhora tanto a estética facial quanto a própria função palpebral. É comum que os pacientes relatem sintomas como lacrimejamento excessivo e a sensação de que há um corpo estranho nos olhos, que são resolvidos com a intervenção”, conta a cirurgiã oftalmológica da Médicos de Olhos S.A, Dra. Eliandra Machado da Silva (CRM 37707| RQE 23278).

No ano passado, o número de pessoas que procuraram a blefaroplastia em todo o Brasil aumentou em 50%, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Uma das possíveis causas para esse salto tem relação direta com a pandemia – o uso de máscaras deixou os olhos em evidência. Se você é do time que começou a prestar mais atenção nas pálpebras, saiba que nem sempre a cirurgia é a única alternativa. Pacientes com sintomas mais discretos podem fazer a aplicação de jato de plasma, chamada popularmente de blefaroplastia sem corte, com bons resultados: “Podemos postergar a cirurgia com essa aplicação, que é uma excelente alternativa para casos iniciais”, sinaliza Eliandra, que realiza os dois tipos de procedimentos na Médicos de Olhos S.A.

Pré e pós-operatório da blefaroplastia

Uma cirurgia simples, com anestesia local e tempo de recuperação entre sete e dez dias. A ideia de melhorar a estética em pouco tempo é atrativa, mas cabe um alerta: a blefaroplastia deve ser tratada como qualquer outro procedimento invasivo. É fundamental que seja feita profissionais capacitados e indicada somente após uma bateria de exames pré-operatórios, já que envolve sedação.

Há duas especialidades habilitadas a fazer a blefaroplastia, – os cirurgiões plásticos e os oftalmologistas – e a Dra. Eliandra explica o porquê: “É preciso ter muito cuidado com o globo ocular e com a quantidade de tecido que será retirada. Durante a cirurgia, passamos muito perto de estruturas nobres, como os músculos que fazem a movimentação dos olhos”, diz. Na Médicos de Olhos S.A, as blefaroplastias são realizadas em centro cirúrgico exclusivo, com equipe de anestesistas e profissionais especializados em saúde e estética ocular.

Uma cirurgia de pálpebras feita sem os devidos cuidados leva a sérias complicações, como a queda da pálpebra superior (ptose) e o estrabismo. O fato de ter rápida recuperação também não dispensa um período dedicado ao pós-operatório: “Nos primeiros dias a região periocular pode ficar um pouco inchada e arroxeada, pois há ali uma intensa vascularização. Indicamos compressas frias para amenizar o desconforto e a retirada dos pontos é feita após sete dias”, completa a oftalmologista. É recomendado que o paciente se programe para ficar pelo menos uma semana em casa, sem atividades físicas e sem passar horas no computador ou celular.

Cirurgia corrige outros problemas

O Brasil é o país que mais realiza cirurgias plásticas. São mais de um milhão de intervenções por ano, de acordo com levantamento feito pela Sociedade internacional de Cirurgia Plástica Estética. No caso da blefaroplastia, o cirurgião pode realizar outros procedimentos estéticos na mesma cirurgia, como assimetria das sobrancelhas, preenchimento na região das olheiras e inserção de fios de sustentação facial. “Estamos sempre cuidando não só da beleza e expressividade do olhar, mas da sua principal função, que é enxergar a belezas da vida. Buscamos o resultado estético sem descuidar da principal função das pálpebras, que é de proteção e lubrificação dos olhos”, finaliza a Dra. Eliandra Machado da Silva, cirurgiã oftalmológica da Médico de Olhos S.A.

Dra. Eliandra – O que você precisa saber antes de fazer uma blefaroplastia

Diretor Técnico: Dr. Hamilton Moreira – CRM 9388 / RQE 2872



Fonte