Pamella Holanda diz que era agredida por Dj Ivis desde a gravidez – Revista Marie Claire

0
19

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Pamella Holanda (Foto: Reprodução / Instagram)

Nesta segunda (12), Pamella Holanda falou, pela primeira vez, sobre as agressões sofridas pelo ex-marido, o DJ Ivis. Em entrevista ao Leo Dias, do jornal Metrópole, ela comentou que as agressões começaram na gravidez. “A primeira agressão foi quando eu estava grávida, aos 5 meses, quase com 6. Ele me pegou pelo pescoço e veio me arrastando pelo corredor que tinha no antigo apartamento que ele morava até o sofá, me jogando”, disse. A arquiteta e influenciadora denunciou o DJ no último domingo (11), através de um vídeo e também fotos de uma câmera de segurança de dentro do apartamento. As imagens mostram Pamella sendo agredida e, nas fotos, ela aparece com rosto e mãos machucadas.

Para o Leo Dias, ela comentou que, na cabeça do DJ, era como se ela fosse um problema. “Era com se eu fosse um fardo. Eu não podia chegar pra ele e dizer o que estava sentindo. No caso, eu estava grávida e sentia muitas coisas. Estava longe da minha família, no meio de uma pandemia. Desde que descobri que estava grávida, fiquei de quarentena, isolada, me protegendo. Eu não tinha nenhum suporte dele. Se eu falava que estava me sentindo triste, ansiosa ou com saudade, era como se eu fosse um problema pra ele. O Ivis vivia sempre na linha tênue de explodir. Todo mundo ao lado dele, era pisando em ovos”, contou.

Na entrevista, Pamella também falou sobre a agressão mais recente que sofreu, em que foi ameaçada com uma faca. “Eu tinha recebido conversas dele com outra mulher. Não era a primeira vez. Estava indo buscar ele no aeroporto com a minha filha e recebi as conversas no caminho. Resolvi esperar, não ia falar naquela hora, ele estava cansado do vôo. Quando ele chegou, estava a mãe dele e uma babá em casa. Ele almoçou e subiu. E, nesse dia, eu não estava bem e subi para dormir. Quando eu subi, ele estava deitado na cama. Ele pediu para eu passar base na unha dele. Eu falei: ‘Meu amor, daqui a pouco eu pinto. Estou cansada, enxaqueca. Vou dormir uns 40 minutos e daí eu pinto a sua unha’. Eu virava para o lado e não conseguia dormir, estava inquieta. Pensei: ‘Vou perguntar para ele’. No lugar de esposa dele eu tenho total direito de cobrar. Como é que estou dentro de casa cuidando de cuido e ele fica fazendo isso?’. E eu perguntei: ‘não tem uma maneira dele repostar as mulheres sem mencionar o Instagram delas. Porque quando menciona, abre um bate papo e elas podem conversar com você’. Estava calma, porque estava pedindo, e não impondo. Mas isso era como se fosse um gatilho para ele. Ele já se exaltou, levantou”.

“Na hora em que fui desbloquear o celular, ele pegou de mim. Ele jogou o meu telefone e quebrou. Fui na porta do quarto, peguei o telefone para ver se tinha como usá-lo. Comecei a chorar e falei: ‘Perdi meu telefone. Não acho justo eu ser punida por um erro seu’. Ele já veio para cima de mim com soco e chute. Ele foi para o banheiro e eu fui atrás dele chorando e pedindo para ele se conter. Ele tentou me estrangular, me segurou com as duas mãos, me pressionando contra a bancada da pia.”

Pamella tem 29 anos e é mãe de uma bebê de 9 meses, fruto de seu relacionamento com o Dj Ivis. No Instagram, ela compartilha dicas de beleza, moda e maternidade. A última publicação foi feita no dia 1 de julho, e diversos seguidores de Pamella e artistas, após saberem das acusações, desejaram força, incluindo nomes como: Luisa Sonza, Camilla de Lucas, Viih Tube, Tia Má, e mais. Confira a entrevista completa: 



Fonte