Peles maduras: Especialista Raquel Moreira lista 6 procedimentos estéticos indicados a partir dos 40 anos

0
23

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

No ramo da estética, muita gente diz que os 40 anos são os novos 30. Isso porque os procedimentos, cada vez mais modernos e eficazes, possibilitam que a pele da paciente esteja mais bonita e saudável do que nunca.

Os cuidados preventivos devem acontecer desde cedo e ser uma rotina na vida de todos. Mas, depois dos 40 anos, a pele pede uma atenção especial.

“Em média, a partir dos 25 anos, ocorre uma redução de 1% ao ano na produção de colágeno”, explica a médica Raquel Moreira. “Nas mulheres, ocorre uma queda ainda mais acentuada quando chega a menopausa: uma perda de 30% nos primeiros cinco anos. Após a menopausa, a redução na produção de colágeno segue em um ritmo de 2% anual.”

Com a chegada da mulher aos 40 anos, as mudanças na estrutura da pele se tornam mais visíveis, como a perda de firmeza, luminosidade e hidratação – além do colágeno, perde-se também elastina e ácido hialurônico.

“Os sinais da flacidez ficam mais perceptíveis nessa fase, principalmente na área dos olhos e no contorno do rosto. Ela leva à acentuação de sulcos, como o bigode chinês. As rugas também ficam mais aparentes e algumas se tornam estáticas. A pele ainda pode apresentar manchas provocadas pelo acúmulo da exposição ao sol ao longo dos tempo”, afirma a profissional.

Para suavizar os sinais do tempo na pele, em especial na região do rosto, existem alguns tratamentos que trazem um efeito jovial sem deixar de lado os traços naturais de cada indivíduo. A médica Raquel Moreira elenca alguns deles a seguir. Confira!

Botox minimiza rugas

Popularmente conhecida como botox, a toxina botulínica é praticamente a “porta de entrada” para os tratamentos estéticos e, inclusive, é campeã entre os procedimentos mais procurados no Brasil. Ele pode ser a solução para quem quer minimizar as rugas no rosto.

“É um dos principais tratamentos das linhas de expressão, que consiste em paralisar os músculos responsáveis pela formação das rugas faciais, como os pés de galinha e as linhas horizontais da testa. O botox tem ação preventiva e reparativa, deixando a face com uma aparência mais descansada. O resultado pode ser notado após cinco dias e dura de 4 a 6 meses”, aponta.

Ácido hialurônico preenche e reestrutura o rosto

Embora o botox seja uma excelente opção para as rugas, os sulcos profundos precisam de outro tipo de tratamento, pois elas não dependem de contração muscular. É o caso do bigode chinês e do vinco entre as sobrancelhas. A injeção de ácido hialurônico, presente nas técnicas de preenchimento e harmonização facial, é a ideal para nivelar a estrutura do rosto.

“São aplicadas injeções nas rugas e depressões, diminuindo a profundidade, restaurando o contorno e volume do rosto”, indica. Com durabilidade de até um ano, o procedimento é utilizado para preencher olheiras profundas, aumentar os lábios, repor o volume perdido nas maçãs do rosto, mandíbula e têmporas, remodelar o nariz e ainda rejuvenescer as mãos.

Radiofrequência diminui celulite e gordura localizada

A radiofrequência consegue aumentar a produção de colágeno por meio do calor, pois estimula a atividade dos fibroblastos. “Além disso, promove a compactação das células de gordura, facilitando sua eliminação. Dessa forma, atua no combate à gordura localizada e no tratamento da celulite, diminuindo a papada do pescoço, por exemplo”, pontua.

Fios de PDO tratam flacidez facial

Os fios de PDO ou de sustentação são capazes de realizar uma espécie de lifting não-cirúrgico. Ou seja, dão sustentação à pele do rosto e tratam a flacidez sem precisar de um procedimento invasivo.

“A técnica utiliza fios de ácido polilático, substância que estimula a produção de colágeno pelos fibroblastos. Assim, além do efeito imediato de lifting, este procedimento traz benefícios graduais e naturais”, recomenda a médica.

Ultrassom microfocado remodela o contorno do rosto

É uma alternativa eficaz para devolver a firmeza e remodelar o contorno do rosto. “A tecnologia usa o calor para deixar a pele mais firme. As ondas do ultrassom conseguem atingir e aquecer as camadas mais profundas da pele, nas quais a contração do colágeno começa a ocorrer. Então, é possível mapear toda a estrutura da pele e iniciar o tratamento nos pontos necessários”, descreve.

Blefaroplastia rejuvenesce a área dos olhos

A blefaroplastia é uma cirurgia plástica que retira o excesso de pele e gordura da pálpebra, levantando e rejuvenescendo o olhar. “Ela pode ser feita na pálpebra superior, inferior ou em ambas. Em alguns casos, o botox pode ser aplicado juntamente com a blefaroplastia, para melhorar os resultados estéticos”, enfatiza a profissional. “Mas vale lembrar: antes de realizar qualquer procedimento, é muito importante consultar um médico especialista no assunto”, completa.



Fonte