Pianista diagnosticado com autismo ganha bolsa para trabalhar com música em Araras | São Carlos e Araraquara

    0
    30

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    O pianista José Alberto de Carvalho, morador de Araras (SP), conseguiu uma bolsa auxílio inédita para trabalhar com música. Ele foi diagnosticado com autismo aos cinco anos, mas aos 11 anos descobriu um dom musical e têm feito sucesso na internet.

    “Quando criança, eu pedi à minha mãe um teclado de brinquedo e ela deu a ideia de comprarmos um teclado de verdade, para que eu começasse a fazer aulas de música. Foi assim que me apaixonei pela música. Aos 14 anos já iniciei no piano, quando descobri que gostava muito de música clássica, barroca e rock”, explicou o pianista.

    O músico passou a publicar vídeos mostrando seu trabalho nas redes sociais e em plataformas audiovisuais. Com o sucesso obtido por meio de muitas visualizações e compartilhamentos dos internautas, Carvalho fez com que seu talento chegasse ao departamento de cultura do Sesi de Araras, que concedeu uma bolsa para investir na carreira musical do jovem autista.

    “Esse talento chegou na gerência executiva de cultura do Sesi, a equipe foi conhecer o José pessoalmente, porque pensamos na possibilidade de que o vídeo pudesse ter sido editado. Mas, quando eles o viram tocando, ficaram emocionados e decidiram ajudar na promoção da carreira dele”, afirmou a orientadora de qualidade de vida do Sesi, Sheila Alexandra Tank.

    Pianista autista de Araras ganha bolsa para trabalhar com música — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

    A condição especial do músico não limitou sua capacidade lógica para ler as partituras, que permitem que a pessoa aprenda as notas de uma canção. Na verdade, o pianista raramente faz o uso dessa grade de símbolos, visto que ele consegue reproduzir a música no piano apenas ouvindo-a.

    “O autismo não é uma barreira que te limita, é uma porta que se abre e te proporciona a possibilidade de escolher vários caminhos, tanto na área da música, como em outros ramos também”, contou o pianista.

    O músico José foi diagnosticado com autismo aos cinco anos e conta que a condição “abre portas para novas possibilidades” — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

    O objetivo da iniciativa tomada pelo Sesi de financiar uma bolsa auxílio para que o jovem possa desenvolver ainda mais seu talento e divulgá-lo às pessoas é fazer com que outras famílias de crianças e jovens autistas possam se inspirar no caso de José, encarando a condição psicológica de outra forma.

    “As pessoas que não convivem com um autista sempre acham que ele(a) será uma pessoa limitada. Então, todas as famílias que têm um filho ou um sobrinho com autismo podem enxergar mais possibilidades”, explicou a orientadora do Sesi.

    O jovem José descobriu seu talento ainda na infância devido ao incentivo dos pais, os quais foram responsáveis por proporcionar todas as condições para que ele se tornasse um pianista.

    “Na vida, eu sempre acreditei que família é a base de tudo. Uma família tem várias dificuldades todos os dias, mas nós vamos sempre juntos vencendo essas barreiras e alcançando nossos objetivos. O que aconteceu com o José fez com que ficássemos ainda mais unidos e espero que ele seja um exemplo para muitas pessoas, que às vezes enxergam o autismo como uma dificuldade, mas essa condição não impede que o autista tenha um sonho e lute para alcançá-lo”, afirmou o pai do músico, Carlos Alberto Rosa de Carvalho.

    O músico de Araras contou com o incentivo da família para descobrir seu talento — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

    VÍDEOS: Reveja as reportagens dos telejornais da EPTV



    Fonte