Presidente da Câmara comemorou na web cura do irmão da Covid semanas antes de morrer com a doença | Sorocaba e Jundiaí

    0
    9

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    O presidente da Câmara de Itupeva (SP), Edicarlos Candiani, comemorou a cura do irmão que estava com Covid-19 semanas antes de morrer com a doença. O vereador, de 37 anos, foi internado no dia 19 de maio, mas não resistiu ao coronavírus e morreu na última segunda-feira (7).

    Apesar de todas as dificuldades que minha família e eu estamos enfrentando nas últimas semanas por conta da Covid-19, hoje foi um dia de celebrar e agradecer muito a Deus pela recuperação do meu irmão, que teve alta do hospital depois de 13 dias. É uma benção incomparável poder reencontrar um ente querido e só tenho a agradecer aos profissionais que dedicam a vida todos os dias”, escreveu em 18 de maio.

    Presidente da Câmara de Itupeva comemorou cura do irmão da Covid semanas antes de morrer pela doença — Foto: Reprodução/Facebook

    No dia seguinte da postagem, o vereador precisou ser internado para o Hospital Municipal. Em 29 de maio, foi transferido para o Hospital São Vicente em Jundiaí (SP), onde permaneceu internado na UTI.

    Contudo, no dia 1° de junho, foi intubado e permaneceu em estado grave. Na segunda-feira (7), a morte foi divulgada pela equipe de comunicação do parlamentar.

    Edicarlos estava no terceiro mandato e também foi presidente da Câmara por duas vezes. Ele deixou a esposa e duas filhas.

    Em nota, a Prefeitura de Itupeva lamentou a morte do vereador e destacou o seu trabalho e amor pela cidade. O corpo foi enterrado na terça-feira (8), no cemitério municipal de Itupeva.

    Edicarlos chegou a relatar em um vídeo nas redes sociais, postado no dia 14 de maio, que quase toda a família dele estava com Covid. Segundo ele, a mãe e o irmão estavam infectados pela segunda vez. Além deles, o pai, a cunhada e uma das filhas pequenas estavam com coronavírus.

    “Muitas das vezes a gente leva na brincadeira, a gente acha que é brincadeira, mas quando você sente de perto, quando você vivencia de perto, a realidade que é esse vírus, aí a ficha cai e você vê, realmente, o estado que chegou, a maneira que chegou e o tão complicado é esse vírus”, relatou o vereador.

    VÍDEOS: veja as reportagens do Bom Dia Cidade e do TEM Notícias



    Fonte