Princesa Charlene de Mônaco é afastada da vida pública: – Ela estava claramente exausta, física e emocionalmente – 19/11/2021

0
28

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.
A princesa Charlene de Mônaco foi afastada da vida pública. Em entrevista para a revista People, o príncipe Albert, marido dela, explicou que a esposa estava sofrendo profunda exaustão.

Charlene retornou para Mônaco recentemente, depois de passar seis meses na África do Sul por causa de uma infecção, mas o príncipe afirma:

– O retorno correu muito bem nas primeiras horas, e então ficou bem evidente que ela não estava bem. (…) Provavelmente vou dizer isso várias vezes, mas não tem nada a ver com nosso relacionamento. Quero deixar isso bem claro. Não são problemas dentro de nosso relacionamento; não com o relacionamento entre marido e mulher. É de uma natureza diferente.

Sobre o atual estado de saúde da esposa, ele revelou:

– É o resultado de vários fatores que são assuntos privados. Ela estava claramente exausta, física e emocionalmente. Ela estava sobrecarregada e não podia enfrentar os deveres oficiais, a vida em geral ou mesmo a vida familiar. Obviamente, houve consequências de suas diferentes cirurgias e dos procedimentos que ela passou nos últimos meses. Isso certamente foi um fator, mas neste momento prefiro não comentar mais. Posso dizer que ela estava sofrendo de um cansaço incrível. Fazia vários dias que não dormia bem e não comia nada bem. Ela perdeu muito peso, o que a tornou vulnerável a outras doenças potenciais. Um resfriado ou gripe ou, Deus nos ajude, Covid.

Ele ainda negou rumores sobre os motivos que teriam feito Charlene se afastar da vida pública:

– Porque eu sei que há rumores por aí, deixe-me dizer: este não é o Covid. E não está relacionado ao câncer. Não é uma questão de relacionamento pessoal. E se você quiser discutir outra especulação, não está relacionado à cirurgia plástica ou tratamento facial.

Albert ainda contou como ocorreu a decisão de procurar tratamento médico fora de Mônaco:

– Eu a sentei com seus irmãos e uma cunhada. Ela já havia tomado sua decisão, e nós só queríamos que ela confirmasse na nossa frente. Ela queria isso. Ela já sabia que o melhor a fazer era ir descansar e fazer um tratamento médico de verdade. E não em Mônaco. Por motivos de privacidade, teria que ser em algum lugar fora de Mônaco. O processo correu muito bem. Ela era muito calma e muito compreensiva. Ela percebeu que precisava de ajuda. Você não pode forçar ninguém a entender que eles precisam de tratamento, eles próprios têm que aceitar isso. Queríamos dizer a ela que a amamos muito e que estávamos lá para ela, e que o mais importante para ela é a saúde, para que ela não se preocupe com mais nada.

Já sobre os filhos, Gabriella e Jacques, ele garantiu:

– Vamos lá visitá-la. Não posso dar nenhum tipo de prazo para isso. Não nos próximos dias, certamente, mas sempre que tivermos autorização médica. Esse tipo de tratamento, esses períodos de descanso, geralmente duram várias semanas. Não posso dar nenhum período definido no momento, veremos. Ela precisa de privacidade; como família, precisamos de privacidade. Ela precisa de tempo para descansar no melhor ambiente possível. Quando figuras públicas têm problemas de saúde, elas merecem privacidade como qualquer outra pessoa. Espero que todos entendam isso. Nos dê o tempo de que precisamos; dê a ela o tempo de que ela precisa para se curar, melhorar e estar de volta com sua família em Mônaco.

E ainda disse:

– Charlene nunca pediu para ter esses problemas, mas eles estão lá, infelizmente, e precisamos de espaço e privacidade para resolvê-los. Então, imploro que todos entendam isso e, por favor, deixem minha família em paz nas próximas semanas. Jacques e Gabriella sabiam que ela estava cansada. Que não era ela mesma. E então, eu disse a eles que ela precisava de um tempo para descansar e que agora ela está em algum lugar não muito longe, que podemos ir vê-la um dia. Eles entenderam isso. Eles sabem que ela vai falar com eles muito em breve. Eles sentem falta dela, é claro, mas eles entendem. Crianças nessa idade entendem.

Por fim, Albert afirma que a família vai vencer essa situação:

– Esta é geralmente a época mais movimentada do ano. Não tenho tempo para andar por aí com uma cara muito triste. Estou bem. Claro que estou triste com a situação , mas eu sei que ela está em um bom lugar agora. Que ela vai se recuperar e que este é o melhor lugar para ela. Sei que não estamos sozinhos. Temos ao nosso redor o apoio, o amor e a amizade dessas pessoas e dos cidadãos de Mônaco. Eu sei que vamos superar isso.



Fonte