Procedimentos estéticos na odontologia: conheça os principais

0
32

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

O campo da odontologia é bastante amplo. Essa é uma área de imensa responsabilidade e cada dentista se especializa em uma parte específica para melhorar o sorriso. Uma das especializações é relacionada aos procedimentos estéticos odontológicos, também conhecido como área da dentística.

Assim como em outras partes do corpo, em que as pessoas buscam profissionais variados para a realização de procedimentos estéticos, como cirurgiões plásticos, a odontologia tem uma área voltada especificamente para isso.

Por ser um “plus” aos procedimentos tradicionais, que são considerados necessários, os procedimentos estéticos, pelo menos a grande maioria, não se enquadram no rol de tratamentos obrigatórios que os convênios odontológicos precisam cobrir. 

Dessa forma, as pessoas que estão buscando esses tipos de tratamentos, precisam ir até clínicas especializadas, ou encontrarem um convênio que oferece planos com essa cobertura, visto que elas podem oferecer devido a alta procura que existe, sendo comuns nos pacotes premium.

(Imagem ilustrativa/Freepik)

O que são procedimentos estéticos?

Para ficar mais claro, o objetivo dos procedimentos estéticos é melhorar a qualidade do sorriso. Existem diversos tratamentos que podem ser úteis nesse sentido, cada um com um funcionamento diferente, mas buscando modificar a estética do sorriso, tornando-os mais alinhados, brancos e estruturados.

A procura por esse setor é alta, justamente pelo sorriso ser o “cartão de visita” das pessoas. Ou seja, é uma região corporal em que as pessoas acabam reparando muito e desejam otimizar, principalmente quando ele está muito bonito ou com problemas estruturais. 

Dessa maneira, as pessoas buscam os procedimentos para melhorar sua qualidade e, consequentemente, sua autoestima.

Quais são os principais?

Agora, é importante destacar os tratamentos estéticos mais conhecidos, que são aqueles que têm maior procura na internet ou propriamente nas clínicas odontológicas e que podem melhorar o sorriso. Também é importante conhecê-los para saber em quais situações são indicados e os cuidados necessários. Confira:

  1. Clareamento dos dentes

O primeiro procedimento que selecionamos é o de clareamento dental. Esse é um tratamento que pode ser feito de diferentes maneiras, inclusive em casa, mas é fundamental procurar por clínicas especializadas para realizar um tratamento mais qualificado e completo. De modo geral, o clareamento dos dentes é um processo que visa eliminar as manchas presentes na arcada dentária. Essas manchas podem aparecer nos dentes de diversas formas, tais como:

  • Por causa do tempo;
  • Má higiene bucal;
  • Tabagismo;
  • Alimentação inadequada.
  1. Implante 

Muitas pessoas têm de aplicar um implante para recuperar a estrutura dental, reposicionando uma peça que substituirá o dente. Isso porque os implantes consistem em materiais que permitem que as próteses sejam posicionadas adequadamente e agem como a raiz dental.

Falando especificamente do implante dentário, ele serve para que as próteses dentárias sejam colocadas; substituindo os dentes que foram perdidos. 

Apesar de ser necessário para o restabelecimento da mordida, o implante é considerado um procedimento estético, e sua colocação pode ser opcional. 

Afinal, uma pessoa pode estar descontente com a apresentação de um ou mais dentes, também podendo optar por avaliar junto ao profissional a possibilidade de colocar um implante no local.

  1. Lente de contato

A lente de contato é um instrumento conhecido e é um elemento para melhorar a dentição em diferentes aspectos. Basicamente, a lente de contato dental é um tratamento estético e seu material pode ser produzido em impressoras 3D, conforme as medidas e necessidades do paciente. 

O tratamento com a lente é praticamente imperceptível, visto que ela é leve e visa trazer um aspecto natural e otimizado ao sorriso. Os resultados são interessantes, melhorando a qualidade dos dentes, modulando a estrutura dentária dos pacientes e fortificando a camada de proteção para que os dentes não sofram fraturas ou quebras.

  1. Uso de aparelhos

Apesar do uso de aparelhos nem sempre ser um tratamento estético, mas sim uma questão de necessidade, ele também pode entrar nesse rol de procedimentos. Existem diferentes tipos de aparelho ortodôntico, cada um usado para uma necessidade específica e com recomendações particulares.

O aparelho fixo, por exemplo, talvez seja o mais conhecido e mais utilizado, pois ele é recomendado para diversos problemas na mordida e na estruturação dos dentes. No entanto, esse tipo de estrutura só pode ser retirado ao fim do tratamento, com o auxílio de um dentista e seus equipamentos, tendo uma aparência característica e marcante dos fios e peças de metal.

Para reduzir incômodos que podem existir nesse sentido, há modelos de aparelhos que são mais “flexíveis”, que podem ser retirados em momentos oportunos, sempre que os pacientes precisarem, ou mesmo quando fixo, que apresentam uma imagem mais discreta, reduzindo o impacto na imagem pessoal.

Esse é o caso de estruturas como o aparelho transparente, seja ele fixo ou móvel.

Consulte uma clínica especializada

Esses são apenas alguns exemplos de procedimentos estéticos, mas existem outros variados e que podem ser aplicados para melhorar o sorriso, dentição e trazer mais harmonia até para a face como um todo.

Para saber mais sobre esses e outros tratamentos, é importante procurar uma clínica especializada, que poderá passar as informações a respeito dos procedimentos, como funcionam, os valores e as principais recomendações sobre como realizar a manutenção adequada durante o processo e após o tratamento, como os hábitos diários necessários.

*Conteúdo colaborativo de Qualivida Online para o Folha Geral.



Fonte