Procura por cirurgias plásticas aumenta com o home office

0
28

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Com o trabalho remoto e a possibilidade de ter uma recuperação em casa, diversos pacientes têm colocado em prática, durante o isolamento social, o plano de realizar uma cirurgia estética ou reparadora.

“Após a liberação das cirurgias eletivas, observamos um aumento  nos consultórios. Um dos motivos foi  o home office, que permitiu uma recuperação do procedimento sem perder dias de trabalho. As  escolhidas são cirurgias  que se recuperam mais rápido: pálpebra, orelhas, nariz”, observa o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas no Espírito Santo, Ariosto Santos.

Pacientes da cirurgia bariátrica também aceleram os preparativos para aproveitar o trabalho remoto e fazer a recuperação sem precisar se ausentar do trabalho.

“Principalmente, pacientes que têm profissões que ganham bônus por desempenho e não querem parar. O fato de trabalhar em casa facilita que eles façam a recuperação e, ao mesmo tempo, não percam a produtividade”, disse o coordenador do Serviço de Cirurgia Bariátrica da Rede Meridional, Gustavo Peixoto.

Tecnologias e técnicas que permitem uma recuperação mais rápida ao paciente e ainda diminuem o risco da cirurgia são algumas das novidades.

No procedimento bariátrico, há um novo robô cirurgião que permite ao médico visualizar a cirurgia em 3D com mais precisão, além de garantir uma recuperação mais rápida. De acordo com os médicos, no Estado só há dois robôs que fazem a cirurgia.

 “O robô é uma tecnologia muito  nova,  tem  resultados fantásticos, boa recuperação e precisão. Mas ainda é uma cirurgia de custo alto para o paciente”, diz o coordenador de Cirurgias Bariátricas no Hospital Santa Rita, João Alípio.    

No tratamento da calvície, a última inovação é o FUE (sigla em inglês para extração de unidade folicular). Segundo o cirurgião plástico Gustavo Mello, a técnica não  deixa cicatriz,  o que está atraindo pacientes mais jovens.  

“São feitas, geralmente, com anestesia local e, no mesmo dia, o paciente está em casa”, disse.  

O cirurgião plástico Camilo Bravin, do São Bernardo Apart Hospital, destaca entre as novidades a tecnologia para retração da pele.

“O jato de plasma é a melhor opção. Permite fazer o procedimento evitando uma grande cicatriz e diminuindo o tempo de recuperação pós-operatória”.


Sonho de colocar próteses de silicone 


Joelma realizou sonho de colocar silicone (Foto: Kadidja Fernandes/AT)

A secretária Joelma Aires Bernardi, de 32 anos, sempre teve o sonho de colocar próteses de silicone, mas estava esperando o momento certo para isso. Até que ele chegou, no início de 2020. Ela contou que colocou implantes e também fez lipoaspiração, tudo em uma única cirurgia.

Joelma antes da cirurgia (Foto: Acervo pessoal )Joelma antes da cirurgia (Foto: Acervo pessoal )

“Sempre quis colocar prótese, mas esperei o momento certo. Depois de duas gestações, o momento chegou. Decidir fazer uma lipo para melhorar ainda mais a autoestima. Estou me amando cada dia mais. O resultado foi acima do esperado!”, festejou.



Fonte