Programa estadual aumenta recursos destinados a três hospitais da Baixada Santista | Mais Saúde

    0
    23

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    O programa ‘Mais Santas Casas’, do Governo de São Paulo, destinará R$ 1,2 bilhão anualmente para a prestação de serviços de Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do estado. Na Baixada Santista, três centros hospitalares receberão esse benefício, conforme divulgado nesta quinta-feira (30).

    Segundo o anúncio estadual, a mudança no programa corresponde a um aumento de 25% dos recursos monetários já destinados aos hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ou seja, será destinado uma quantia de R$ 250 milhões a mais nesse tipo de auxílio financeiro.

    Na região, os hospitais beneficiados serão a Santa Casa de Santos, o Hospital Santo Amaro (Guarujá) e o Hospital Santo Antônio (Santos).

    O programa estabelece três categorias de centros hospitalares. Essas categorias consideram a abrangência do atendimento de cada unidade. Assim, as unidades que atingem maior público terão um aumento percentual maior no valor recebido do que os hospitais que atendem menos pacientes.

    A primeira categoria é referente aos hospitais de maior porte, que possuem mais de 150 leitos incluindo UTIs e contam com atendimento de especialidades complexas como oncologia, cardiologia, neurologia e traumas. Nessa categoria, os hospitais receberão 70% a mais do que já produzem pelo teto federal.

    A segunda categoria abrange os hospitais de médio porte que atendem pelo SUS. Serão considerados hospitais dessa classificação aqueles que possuem aproximadamente 100 leitos, UTI e que prestam atendimento de alta complexidade regionalmente. Estes estabelecimentos hospitalares receberão 40% a mais nos recursos do teto.

    A terceira categoria é equivalente aos demais hospitais que atendem pelo SUS no estado. Para eles, independente do número de leitos, será destinado um aumento correspondente a 10% a mais do que produzem pelo teto federal.

    Além dos recursos destinados à prestação de serviços dos hospitais, nesta quinta-feira (30) também foi anunciado uma nova linha de créditos para esses estabelecimentos. De acordo com o governo, uma quantia de R$ 300 milhões será viabilizada para o financiamento do sistema fotovoltaico das Santas Casas.

    Segundo a pasta, a iniciativa pode gerar uma economia de até 90% na conta de energia, além de ser uma medida ambientalmente adequada e responsável. Conforme informou o Estado de São Paulo, o maior benefício de aplicar sistema de energia solar é que o investimento oferece retorno a curto prazo.

    O governo estadual informa que entidades beneficentes e assistenciais que realizam atendimento pelo SUS na área da saúde, no Estado de São Paulo, podem solicitar o crédito para financiamento de equipamentos e sistema de energia solar. A solicitação é feita pelo site oficial do Desenvolve SP.

    Entidades beneficentes que atendam a área da saúde pelo SUS no Estado de SP podem solicitar crédito para financiamento de sistema fotovoltaico — Foto: Pexels

    VÍDEOS: as notícias mais vistas do g1



    Fonte