Prolagos inicia 'Operação Caça Vazamentos'

    0
    15

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Ação tem o objetivo de identificar vazamentos de água na rede de distribuição das cidades da área de concessão. O trabalho vai percorrer 500 km de redes e adutoras, em 75 bairros cidades de Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia.
    Divulgação/Prolagos
    A Prolagos, uma empresa da Aegea Saneamento, iniciou a “Operação Caça Vazamentos”. A ação realizada com o auxílio de escutas, tem o objetivo de identificar escapes de água tratada na rede de distribuição das cidades de Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia.
    Antes do início das atividades, a equipe passou por um mês de treinamento. Na primeira etapa, o trabalho vai percorrer 500 km de redes e adutoras, em 75 bairros das cinco cidades. A varredura no sistema de tubulação é feita durante a noite. Com o apoio do geofone eletrônico (uma haste de escuta mecânica), a equipe faz a identificação de sinais de vibração ou ruído na ligação. Com o auxílio do aparelho é possível localizar vazamentos ocultos sem que seja necessário causar danos ao solo.
    “Vários vazamentos não afloram na superfície, indo para galerias ou para o próprio solo quando é arenoso. São os chamados vazamentos invisíveis. Esse serviço é realizado à noite por conta do menor índice de ruídos nas ruas, então se as pessoas verem nossos funcionários utilizando colete reflexivo e uniforme escrito ‘a serviço da Prolagos’, passando com estes equipamentos e lanternas, podem ficar tranquilas”, explica o coordenador de Perdas da Prolagos, Rogério Marins.
    O foco da ação é encontrar vazamentos causados devido à rede antiga, ao solo arenoso, rachaduras ou até interferência de obras, mas ainda é possível detectar ligações irregulares, mais conhecidos como “gatos”. Neste caso, antes de ser identificado, o responsável pode efetuar uma autodenúncia e negociar formas de regularização, por meio dos canais de atendimento: 0800 70 20 195 ou WhatsApp (22) 99722-8242.



    Fonte