Saiba tudo sobre a Cirurgia Plástica – Cuidados e recomendações – Dra. Beatriz Benevides

0
45

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Saiba tudo sobre a Cirurgia Plástica – Cuidados e recomendações

Quer saber tudo sobre cirurgia plástica?

Preparamos este texto com informações valiosas para você!

Vamos começar explicando o que é cirurgia plástica.

Tudo sobre cirurgia plástica

O que é cirurgia plástica?

A cirurgia plástica é uma técnica que serve para melhorar a aparência física, como harmonizar o rosto, esconder cicatrizes, afinar o rosto ou o quadril, engrossar as pernas ou remodelar o nariz, por exemplo. Por isso, a cirurgia plástica não é uma cirurgia obrigatória e depende sempre da vontade do paciente.

Por que fazer uma cirurgia plástica?

A cirurgia plástica pode ser feita para aumentar a autoestima quando se está insatisfeito com alguma região do corpo. Além disso, em alguns casos a cirurgia plástica é feita após algum acidente, queimadura ou deformação do corpo para melhorar a aparência da região.

Onde fazer o procedimento?

O médico responsável por fazer a cirurgia plástica é o cirurgião plástico e para exercer a profissão, no Brasil, ele deve estar inscrito na SBCP – Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

A cirurgia plástica deve ser realizada no ambiente hospitalar, pois nele contém toda infraestrutura necessária em casos de intercorrências. Em alguns casos, o procedimento pode ser realizado em clínicas, como por exemplo, a otoplastia (orelhas de abano), blefaroplastia (cirurgia das pálpebras), dentre outros.

Diferença entre Cirurgia Plástica e Cirurgia Reparadora

Basicamente, o ramo da cirurgia plástica se divide em, ao menos, duas grandes áreas: os procedimentos estéticos e os reparadores. Mas o que muda de um para o outro?

As intervenções estéticas geralmente são aquelas consideradas opcionais. Ou seja, o paciente escolhe passar pelo procedimento por algum motivo pessoal, normalmente ligado a alguma insatisfação com a aparência, buscando correção de imperfeições ou de formas e contornos que o incomodem, por exemplo.

Por outro lado, a cirurgia plástica reparadora tem como objetivo principal consertar incorreções ou deformidades, congênitas ou adquiridas, no corpo do paciente, que possa vir a trazer algum comprometimento para a sua saúde ou bem-estar.

Como o próprio nome já diz, esse tipo de intervenção cirúrgica tem papel reparador e busca restabelecer em ordem de prioridade a função, o volume e a forma de alguma parte do corpo do paciente.

Tudo sobre Cirurgia Plástica Estética – As mais procuradas

Quando um paciente decide submeter-se a uma cirurgia plástica estética, ele a faz com intenção ou propósito de obter alguma melhora em seu estado de saúde. Ela é realizada para corrigir uma deformidade adquirida desde o nascimento ou ao longo da vida, por diversos motivos ou fatores.

Conheça as cirurgias plásticas mais procuradas:

  • Mamoplastia;
  • Abdominoplastia;
  • Lipoaspiração e lipoescultura;
  • Lifting facial;
  • Otoplastia (orelha de abano);
  • Rinoplastia (cirurgia do nariz);
  • Blefaroplastia (cirurgia das pálpebras);
  • Ginecomastia, dentre outras.

Quando a Cirurgia Reparadora é indicada?

A cirurgia plástica reparadora é fundamental em inúmeras situações, como na recuperação de pessoas que sofreram acidentes, que são vítimas de alguma doença ou que padecem de problema congênito e, por consequência, acabam comprometendo a função ou a forma de áreas ou segmentos do corpo.

Para se ter uma ideia, de acordo com o estudo feito pela SBCP que citamos há pouco, o que impulsionou o aumento das cirurgias reparadoras no Brasil foram os casos de câncer de pele, as cirurgias de reconstrução da mamas após tratamento de tumores e as cirurgias plásticas para remoção de excesso de pele após grandes reduções de peso decorrentes das cirurgias de redução de estômago.

Procure um cirurgião plástico de confiança

A cirurgia plástica exige limites e critérios rígidos de avaliação. Por isso, a escolha do cirurgião plástico implica na decisão de priorizar um profissional que, além de ter amplo conhecimento científico sobre a técnica mais adequada, priorize o bom senso, respeitando os limites da Medicina.

No primeiro contato com o paciente é preciso estabelecer valores éticos. A seriedade do profissional é determinante para a boa relação médico-paciente, pois a ética é reconhecer a necessidade e indicar o procedimento adequado.

Por isso, procure um cirurgião plástico de confiança e faça uma avaliação presencial.

Cuidados pré e pós-operatórios

O bom resultado de uma cirurgia plástica não depende apenas do procedimento médico, ele depende muito de hábitos e cuidados que o paciente deve tomar antes e depois de passar pela operação. A atenção e interesse nas consultas anteriores à cirurgia, assim como as seguintes, são fundamentais para resolver dúvidas, junto do seu médico, sobre o que deve e não deve ser feito nesses períodos.

Pré-operatório

Seguem alguns cuidados:

  • Realizar todos os exames laboratoriais e outros, conforme a orientação do médico.
  • O cuidado com a alimentação deve ser redobrado, já que a anemia ou falta de nutrientes podem dificultar a cicatrização e retardar a recuperação.
  • Se o paciente for fumante, deve abandonar o cigarro pelo menos 30 dias antes do procedimento, pois a droga diminui a circulação sanguínea e também piora o processo de cicatrização.
  • As mulheres que tomam anticoncepcional também devem pausar a ingestão do medicamento, considerando que ele aumenta o risco de coagulação do sangue.
  • A hidratação mais frequente da região a ser operada ajuda a deixar a pele mais elástica e diminui o risco de formação de estrias após o procedimento.

Pós-operatório

Seguem alguns cuidados:

  • O cigarro, assim como os anticoncepcionais e anticoagulantes devem ser evitados por pelo menos 30 dias após a operação.
  • Banhos e lugares quentes também devem ser evitados no período após a cirurgia plástica por facilitarem o sangramento da área operada.
  • O sol também é um risco durante esses dias, pois pode aumentar o inchaço, assim como facilitar o sangramento e o surgimento de manchas na pele.
  • O paciente deve tomar cuidado para não fazer movimentos que forcem a cicatriz, considerando que o tecido precisa de cerca de 45 dias para recuperar a força.
  • Beber bastante água e ter uma alimentação saudável.
  • Fazer o uso da cinta modeladora e em caso de mamoplastia usar o sutiã específico conforme prescrição médica.

Acima de tudo, o paciente deve seguir todas as indicações orientadas pelo médico durante as consultas anteriores à cirurgia, assim como nas de acompanhamento.


Para mais informações, fique à vontade para marcar uma consulta. Escreva-me também através das redes sociais:

Instagram: @drabeatrizbenevides
Facebook: @drabeatrizbenevides

Dra. Beatriz Benevides
Cirurgiã Plástica em Belo Horizonte

CRM:22870



Fonte