Sarampo: cidades da Baixada Santista vacinam crianças de 6 meses a menores de 5 anos | Mais Saúde

    0
    209

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A partir desta segunda-feira (7), o país inicia uma nova Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo nos postos de saúde, com foco em imunizar crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, com o dia D de vacinação no dia 19 de outubro. Na Baixada Santista, que tem 95 casos confirmados de sarampo e uma morte, as cidades devem aderir.

    Em Santos, os pais e responsáveis de crianças de seis meses a menores de cinco anos (até 4 anos, 11 meses e 29 dias) estão convocados as levá-las aos postos de saúde para verificação do esquema vacinal contra o sarampo. A campanha seletiva seguirá até 25 de outubro para vacinar as crianças com doses faltantes.

    De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, a vacinação é realizada em 29 policlínicas do município. É preciso levar documento de identidade com foto ou certidão de nascimento, cartão SUS e carteira de vacinação para verificar a necessidade de tomar a vacina. Ao todo, Santos tem 19.678 crianças na faixa etária indicada.

    Praia Grande também vai aderir à Campanha de Atualização da Carderneta de Vacinação. De acordo com a Divisão de Vigilância Epidemiológica de Praia Grande, é de extrema importância que as pessoas compareçam às Unidades de Saúde da Família (Usafas) portando a caderneta de vacinação. As 27 Unidades de Saúde da Família vão vacinar de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

    A cidade de Bertioga também aderiu à campanha de vacinação contra o Sarampo para crianças de seis meses a menores cinco anos. A população pode procurar qualquer Unidade Básica de Saúde para receber as doses.

    Além dessas, Guarujá, Mongaguá, Peruíbe e São Vicente também garantiram a participação na campanha.

    Casos na Baixada Santista

    Casos CONFIRMADOS de sarampo na Baixada Santista

    Fonte: Prefeituras das nove cidades – atualizado em 04/10/2019

    Na Baixada Santista, até o ultimo sábado (5), 95 casos confirmados de sarampo haviam sido registrados. Os municípios com mais casos são Santos, com 25 pacientes, e Peruíbe e Guarujá, com 18 e 13 confirmações cada, respectivamente.

    Todos os municípios da região já registraram pelo menos um paciente com a doença. Já São Vicente registrou dez casos confirmados de sarampo, além de 40 suspeitos.

    Cubatão foi o último município da região a registrar uma confirmação de sarampo. Uma mulher, moradora da Cota 95, foi diagnosticada com sarampo após apresentar os sintomas da doença. Os dados foram confirmados pelo Adolfo Lutz. Bertioga também possui apenas uma paciente com sarampo, uma adolescente de 16 anos e moradora do bairro Indaiá.

    Em Praia Grande, a última atualização é de que 17 casos haviam sido notificados pela Secretaria de Saúde, enquanto os municípios de Mongaguá e Itanhaém também registraram seis e três casos, respectivamente.

    Ainda de acordo com a administração dos municípios da Baixada Santista, 246 suspeitas de sarampo na região estão sendo investigadas pelo Instituto Adolfo Lutz.



    Fonte