Secretário de Defesa Social de PE deixa cargo após repressão violenta da PM a protesto pacífico | Pernambuco

    0
    9

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, deixou o cargo, nesta sexta-feira (4), seis dias depois de uma repressão violenta da Polícia Militar que deixou pessoas feridas com balas de borracha e gás lacrimogêneo, durante um protesto pacífico contra Bolsonaro (sem partido), no sábado (29), no Centro do Recife.

    Após repercussão negativa da conduta violenta da tropa, Pádua colocou o cargo à disposição no início da tarde desta sexta-feira (4), seis dias após a ação truculenta dos policias na manifestação.

    O governador Paulo Câmara (PSB) aceitou e nomeou o atual secretário executivo, Humberto Freire, para assumir a secretaria.

    Por meio de nota, o governador agradeceu Antônio de Pádua pelo seu trabalho em defesa do Pacto pela Vida nesses quatro anos. Ele também ressaltou que a determinação dada ao novo secretário e ao novo comandante da PM é que o episódio do sábado (29) “nunca se repita”.

    Na nota, o governador também disse que os protocolos precisam ser revistos “para que um comando de tropa na rua não possa se sentir autônomo a ponto de agir da maneira que agiu”.

    Delegado da Polícia Federal, Antônio de Pádua estava à frente da Secretaria de Defesa Social desde 1º de julho de 2017. O novo secretário, Humberto Freire, também é delegado federal e fazia parte da equipe de Pádua desde o início da gestão.

    Vídeos de PE mais vistos nos últimos 7 dias



    Fonte