Segunda fase das obras na Ponte dos Barreiros começa nesta segunda-feira em São Vicente, SP | Santos e Região

    0
    46

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A segunda fase das obras de reforma da Ponte dos Barreiros, que liga as áreas Insular e Continental de São Vicente, no litoral de São Paulo, serão iniciadas na tarde desta segunda-feira (14). A previsão inicial é que as obras durem cerca de 12 meses.

    Na segunda fase das obras, será realizado um reforço estrutural, com recuperação de 266 estacas, vigas, pavimento da ponte e novas armaduras. Desta forma, o equipamento irá suportar carga de 45 toneladas. Quando foi construída, a capacidade era estimada em 36 toneladas. No entanto, com a degradação do tempo, ficou limitada a 24 toneladas.

    Essa fase das obras na Ponte dos Barreiros pôde ser iniciada após liberação judicial. No dia 3 de fevereiro, a Justiça suspendeu em caráter liminar a licitação. Segundo o juiz responsável pela decisão, irregularidades foram detectadas no certame. Com isso, não houve o início das obras.

    As empresas que participaram da disputa entraram com uma ação na Justiça com o questionamento de possíveis irregularidades na disputa. O argumento foi que uma empresa seria favorecida por ser a única a atender todos os pré-requisitos do certame. O magistrado acolheu a argumentação e, desta forma, a licitação foi suspensa um dia antes da abertura dos envelopes.

    Em abril, o prefeito Kayo Amado (PODE) conseguiu a liberação judicial, após mais de 70 dias de paralisação. A empresa vencedora foi a Jatobeton Engenharia LTDA, com a licitação no valor de R$ 33.720.317,64. O prefeito assinou o contrato para a execução da segunda fase da reforma da ponte no final do mês passado.

    Duas estacas já receberam novas ferragens e concreto na Ponte dos Barreiros, em São Vicente — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Vicente

    A Ponte dos Barreiros foi bloqueada para veículos em novembro de 2019, após o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) fazer uma vistoria no local e, durante avaliação técnica, especialistas apontarem risco de um colapso estrutural.

    O Governo Federal anunciou então, em dezembro daquele ano, o investimento necessário para a recuperação da estrutura. Três meses depois, em março de 2020, a Caixa Econômica Federal autorizou a liberação dos recursos.

    As obras foram divididas em duas fases, sendo a primeira em caráter emergencial, no valor de R$ 5.767.831,91, e a segunda, no valor de R$ 51.877.415,79, que contempla a recuperação das demais estacas e reforma geral da ponte.

    Estaca de sustentação da Ponte dos Barreiros, em São Vicente (SP), está corroída — Foto: G1 Santos

    A Terracom, empresa que ficou responsável pela execução do projeto da primeira fase, iniciou as obras em abril. Elas foram concluídas no dia 6 de junho, com a recuperação de 52 estacas que apresentavam maior desgaste, uma longarina (vigas longitudinais ou principais) de um dos tabuleiros e três travessas.

    O equipamento foi reaberto para veículos leves no dia 1º de julho de 2020, após passar mais de 200 dias totalmente interditado por conta do risco de desabamento. A liberação foi autorizada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Posteriormente, no dia 1º de setembro, também após decisão da Justiça, foi liberado o tráfego para ônibus urbanos e caminhões do Corpo de Bombeiros.

    No dia 3 de fevereiro de 2021, a Justiça suspendeu em caráter liminar a licitação para a segunda fase das obras na Ponte dos Barreiros após irregularidades no certame. No dia 29 de abril, o prefeito Kayo Amado anunciou a liberação judicial para a retomada da fase dois das obras na Ponte dos Barreiros.

    VÍDEOS: as notícias mais vistas do G1



    Fonte