Sérgio Reis é questionado sobre troca de prótese peniana com verba pública · Jornal Midiamax

0
66

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) usou seu perfil no Twitter, na segunda-feira, 16 de agosto, para perguntar ao ex-deputado federal Sérgio Reis sobre a substituição de uma prótese peniana feita com R$ 55 mil de dinheiro público.

O parlamentar disse que recebeu a informação e sugeriu que o cantor, quando era deputado, pediu ressarcimento da Câmara para trocar implante destinado ao tratamento de disfunção erétil. Ele precisava da ajuda do cantor sertanejo para saber se era verdade.

“Dep. Sérgio Reis: tenho uma informação e preciso da sua ajuda para apurar a veracidade ou se é Fake. Um dep. pediu ressarcimento para Câmara de despesa 55 mil reais para substituição de ‘prótese peniana’. Parece que ele recebeu! Dinheiro público. Toca o berrante e vamos descobrir”, disse Paulo.

O assunto repercutiu na web. “Eita que agora além do deputado que gastou 150 mil para pôr os dentes de diamantes tem o pir*ca de ouro de 55 mil reais!!!! Isso porque a mamata ia acabar.”, disse um seguidor. “Acho que o berrante dele não toca mais”, analisou outro internauta.

No domingo, 15 de agosto, Paulo Pimenta também criticou o cantor e ex-deputado por conta do áudio vazado, no qual ele fez uma convocação em apoio à manifestação de caminhoneiros e agricultores, em favor do presidente Jair Bolsonaro.

“Sérgio Reis é um grande 171. Ninguém sabia que era deputado. Melhor seria ser lembrado como cantor do menino da porteira. Você sabia que este patético golpista era deputado??”, escreveu Paulo.

Manifestação pró-Bolsonaro 

Sérgio Reis esteve no holofote das redes sociais no fim de semana após anunciar uma manifestação de caminhoneiros e agricultores a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Landim, criticou o cantor por “uso político da classe”.

Um áudio do cantor sertanejo viralizou e nele Reis sugeria uma invasão ao prédio do Supremo Tribunal Federal (STF) para dar um “ultimato” no presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para que ele abra processo de impeachment contra ministros da Corte.

“Estamos fazendo um movimento para salvar o país. Dia 7 não vamos fazer nada para não atrapalhar o desfile do nosso presidente, que é muito importante”, disse ele, se referindo a um desfile que ocorre sempre no Dia da Independência do Brasil.

“Nós fizemos uma reunião em São Paulo com líderes do Brasil, caminhoneiros e agricultores. Estamos fazendo um movimento clássico, sem agressões, sem nada. Queremos dar um jeito de movimentar esse país. Sem tumulto, vamos ficar lá, vamos acampar, vai ter um galpão de refeições”, afirmou o sertanejo.

Depois das alegações, Sérgio Reis foi amplamente criticado nas redes sociais pelo apoio ao presidente Jair Bolsonaro.





Fonte