Slides de Aula IV – Estética

0
35

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.
 Seguido pelos profissionais em cosmetologia estética e maquilagem.
 Objetivo: estabelecer normas de conduta do profissional de estética.
O esteticista, no exercício de suas funções, deve comprometer-se, entre outras, em:
I. Realizar seu trabalho/atividade com responsabilidade e comprometimento.
II. Preservar em sua conduta a honra, a lealdade, a nobreza e a dignidade da profissão.
III. Exercer suas funções com elevado padrão de qualidade, zelo, discrição e honestidade.
IV. Empenhar-se, permanentemente, em seu aperfeiçoamento pessoal. 
V. Manter-se atualizado quanto aos conhecimentos técnicos.
VI. Evitar conflitos de interesses.
VII. Realizar somente procedimentos permitidos.
VIII.Indicar profissionais especializados em casos 
restritos a outras capacitações.
Código de Ética na profissão
 Reconhecer disfunções inestéticas.
 Selecionar a técnica adequada para correção.
 Orientar condutas.
 Indicar produtos (por exemplo: cosméticos e óleos essenciais) que possuam 
finalidade estética.
 Aplicar técnicas de micropigmentação, eletroterapia e frequências de luz com 
finalidade estética. 
 Realizar procedimentos pré e pós-cirúrgicos estéticos 
com aprovação prévia médica.
 Outros permitidos.
Procedimentos dispostos no Código de Ética do esteticista
Fonte: http://www.sindestetica.org.br/wp-
content/uploads/2018/01/C%C3%93DIGO
-DE-ETICA-DA-PROFISS%C3%83O.pdf
I. Prescrever ou aplicar medicamentos considerados invasivos.
II. Induzir pessoas a recorrerem aos seus serviços.
III. Prolongar desnecessariamente as sessões de procedimento estético.
IV. Utilizar ou divulgar produtos que não estejam cientificamente comprovados e devidamente 
registrados junto ao Ministério da Saúde.
Procedimentos vedados ao profissional da estética
Prescrição: não!
Fonte: 
https://www.tiespecialistas.com.br/mobilidade-e-
nuvem-as-proximas-fronteiras-tecnologicas-da-
gestao-do-servico-em-campo
 Respeitar a individualidade e as convicções religiosas, políticas e filosóficas.
 Saber ouvir e demostrar empatia.
 Formular contrato de prestação de serviços adquiridos.
 Informar antecipadamente ao cliente sua condição, os procedimentos e as técnicas a serem 
aplicadas, conforme as possibilidades e os limites profissionais do esteticista.
 Manter ficha de anamnese detalhada.
 Manter sigilo profissional.
Do respeito ao cliente
Fonte: https://pt.dreamstime.com/foto-de-stock-tr%C3%AAs-macacos-
s%C3%A1bios-n%C3%A3o-veem-nenhum-mal-n%C3%A3o-ouvem-
nenhum-mal-n%C3%A3o-falam-nenhum-mal-image54586829
 Reconhecer situações especiais que requeiram intervenção de especialista, encaminhando o 
cliente a tratamentos específicos.
 Executar procedimentos dentro dos limites permitidos.
 Manter comportamento ético, evitando críticas ou praticando 
atos que prejudiquem seu trabalho ou sua reputação, bem 
como a do colega.
Relações com outros profissionais
Fonte: 
https://www.tiespeci
alistas.com.br/mobil
idade-e-nuvem-as-
proximas-fronteiras-
tecnologicas-da-
gestao-do-servico-
em-campo
Fonte: 
http://ead.egefaz.to.gov.br/course/index.php?categoryid=3
5&browse=courses&perpage=20&page=2
Ao divulgar seu trabalho, o esteticista, no exercício de sua profissão, não deve:
I. Propagar ou promover qualquer matéria que não contenha dados reais.
II. Descumprir as normas do Código de Defesa do Consumidor.
III. Divulgar resultados e métodos de pesquisas não realizadas por si.
IV. Atrair cliente mediante propaganda falsa.
V. Divulgar informações confidenciais 
sobre clientes ou empresa 
que exerça suas funções.
Da divulgação e da publicidade
Fonte: http://www.justificando.com/2014/10/21/empresa-e-condenada-por-propaganda-
enganosa-de-creme-redutor-de-medida/
Você sabia?
Fonte: 
https://www./Crefito4/photos/a.319635338186617/350312605118890/?type=3&theater
Fonte: https://www.slideshare.net/redecemec/palestra-a-deciso-do-stf-sobre-
biografias-aspectos-de-direito-autoral-e-da-personalidade-com-daniel-pitanga
 Advertência.
 Censura.
 Suspensão da inscrição ou matrícula, na entidade de classe, por prazo determinado.
 Exclusão do quadro da entidade de classe.
 Os atos de advertência e censuras são atos 
confidenciais e reservados.
 Os atos de suspensão e exclusão se tornarão 
públicos aos demais associados.
Infrações às regras 
Fonte: https://www.tce.pi.gov.br/sessao-
plenaria-do-dia-3003-e-adiada-para-0304/
Uma esteticista atendeu uma cliente e, ao sair da sala, acompanhou a cliente até a recepção. 
Assim que a cliente saiu, passou a contar para uma colega de trabalho sobre fatos pessoais 
que a cliente tinha narrado para ela durante o atendimento. 
Ciente de que essa atitude não é permitida, a gerente do local pediu para que a esteticista 
fosse em sua sala e, de forma verbal e sigilosa, expressou a razão desse primeiro 
comparecimento à gerência, liberando-a para o trabalho em seguida.
A atitude da gerente pode ser caracterizada como sendo:
a) Advertência.
b) Censura.
c) Suspensão.
d) Expulsão.
e) Demissão por justa causa.
Interatividade
Uma esteticista atendeu uma cliente e, ao sair da sala, acompanhou a cliente até a recepção. 
Assim que a cliente saiu, passou a contar para uma colega de trabalho sobre fatos pessoais 
que a cliente tinha narrado para ela durante o atendimento. 
Ciente de que essa atitude não é permitida, a gerente do local pediu para que a esteticista 
fosse em sua sala e, de forma verbal e sigilosa, expressou a razão desse primeiro 
comparecimento à gerência, liberando-a para o trabalho em seguida.
A atitude da gerente pode ser caracterizada como sendo:
a) Advertência.
b) Censura.
c) Suspensão.
d) Expulsão.
e) Demissão por justa causa.
Resposta
 Assocemsp – Associação dos Profissionais de Cosmetologia, Estética e Maquilagem do 
Estado de São Paulo.
 Sindestética – Sindicato dos Empregadores em Empresas e Autônomos em Estética e 
Cosmetologia do Estado de São Paulo.
Representação da categoria – associações e sindicatos
Fonte: 
http://www.crefito9.org.br/noticias/v
oce-sabe-qual-a-diferenca-entre-
conselho-associacao-e-
sindicato/1431
 Relação entre empregados x empregadores.
 Empregado ≠ trabalhador autônomo.
 Constituição Federal.
 CLT – Consolidação das Leis do Trabalho.
 Legislação específica.
 Direito do Trabalho individual e coletivo.
 Contratação.
Legislação trabalhista
Fonte: https://www.flaticon.com/br/icone-
gratis/subordinacao_1570225
 Contratação: documentos obrigatórios originais ou autenticados.
 Atestado de Saúde Operacional – ASO: emitido após realização dos exames de admissão.
 Prazos: 48h com registro em CTPS; demais, 5 dias.
Proibido exigir:
1. certidão negativa de ações trabalhistas;
2. certidão negativa dos órgãos de proteção ao crédito;
3. certidão negativa de cartório de protestos;
4. exames que comprovem esterilização ou gravidez;
5. exame de sangue para detectar HIV/AIDS.
E se pedir esses documentos? O que acontece? 
Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS 
Fonte: 
https://www.livrosepessoas.com/2012/12/
04/conselho-aprova-propost a-contra-
proibicao-de-biografias-nao-autorizadas/
Salário: contraprestação devida por 
serviços prestados em função de um 
contrato de trabalho.
1. Por tempo.
2. Por produção.
3. Por tarefa.
 Piso salarial: mínimo daquela categoria.
Formas de pagamento
Remuneração: salário acrescido de 
vantagens como horas extras, gratificações, 
gorjetas, adicionais etc.
Fonte: https://calendariobolsafamilia2020.com/salario-minimo-2020/
 Remuneração funcional.
 Remuneração por habilidades.
 Remuneração variável: muito usada em regime 
remoto, ou seja, home office. 
 Remuneração por participação acionária.
 Remunerações por alternativas.
Tipos de remuneração
Fonte: 
Home
/gestao-estrategica/o-que-e- remuneracao-estrategica/  Período aquisitivo: 12 meses contados da data de admissão do empregado (CLT, art. 130).  Período de gozo: 30 dias.



Fonte