Transplante capilar: entenda como funciona e quais cuidados ter

0
29

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A perda de cabelos, assim como o enfraquecimento dos fios, são coisas normais do processo de envelhecimento de muitos seres humanos do sexo masculino. Para alguns casos, o transplante capilar pode ser uma opção para lidar com o problema, seja por questões estéticas ou reconstrutivas.

Quem pode fazer transplante capilar?

Normalmente, esse procedimento é recomendado para pessoas que sofrem com calvície permanente, especialmente quando relacionada à genética familiar. 

Por outro lado, não é indicado para tipos específicos de perda de cabelo como, por exemplo, no caso de uma condição chamada alopecia areata, uma doença inflamatória que provoca a queda repentina dos fios causando áreas calvas circulares.

O que considerar antes de fazer um transplante de cabelo?

Se você está pensando em fazer um transplante capilar, seja por razões cosméticas ou devido a um trauma no couro cabeludo, é importante considerar alguns aspectos antes. Pesquisar bem a clínica onde pretende fazer o procedimento, o profissional responsável e, sempre que possível, conversar com pessoas que já tiveram a experiência, é sempre uma boa ideia.

(Fonte: Waldemar / Pexels/Reprodução)

Como funciona o procedimento?

Há vários tipos de técnicas de transplante capilar. Cada uma é recomendada para alguma situação específica. Mas, de maneira geral, o cirurgião remove os folículos de uma área onde há boa densidade de cabelo — por exemplo, da parte de trás da cabeça (área doadora). Depois, implanta esses folículos na área afetada pela perda dos fios.

(Fonte: Meeraz Clinic/ Reprodução)(Fonte: Meeraz Clinic/ Reprodução)

Dura para sempre?

A duração, ou melhor, o sucesso do transplante, depende de uma série de fatores. Todavia, a maioria das pessoas consegue ter cabelos com uma aparência mais densa após um transplante bem-sucedido.

Contudo, pode acontecer de a queda continuar após o procedimento. Outra situação que pode ocorrer é dos folículos não “se agarrarem”. Nesse caso, eles morrem e nenhum outro nasce no lugar.

Como garantir resultados duradouros?

Sem dúvidas, seguir as recomendações do profissional responsável pelo procedimento é o mais importante para o sucesso do transplante capilar. Aliás, os cuidados no pós-operatório são essenciais para que os folículos possam “se agarrar” adequadamente.

(Fonte: cottonbro/ Pexels/Reprodução)(Fonte: cottonbro/ Pexels/Reprodução)

Nesse sentido, algumas das orientações envolvem:

  • ter cuidado para não molhar ou retirar o curativo;
  • não tocar o couro cabeludo;
  • tomar cuidado para evitar a transpiração (usando bonés ou se movimentando demais, por exemplo);
  • repousar conforme as recomendações médicas;
  • evitar o sol no couro cabeludo;
  • tomar os remédios prescritos seguindo rigorosamente as orientações do especialista.

Por fim, se você pretende passar por um transplante capilar, tenha uma conversa franca com o especialista escolhido. Procure ter certeza que entendeu tudo, especialmente sobre as taxas de sucesso, e como garantir a eficácia do procedimento.



Fonte