UPA Central de Santos começará a realizar triagem de pacientes na porta de entrada | Mais Saúde

    0
    80

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central de Santos, no litoral de São Paulo, iniciará, nesta segunda-feira (13) às 7h, uma triagem do lado de fora da unidade apenas para pessoas que apresentem sinais e sintomas de gripe. A medida, segundo a prefeitura, é para evitar ao máximo o contato de pacientes com síndromes gripais com pessoas que apresentam outros sintomas.

    Ao chegar na UPA Central, localizada na Rua Joaquim Távora, 260, no bairro Vila Mathias, o paciente será abordado na porta por um funcionário da área de enfermagem, que questionará sobre seus sintomas. Caso se configure uma síndrome gripal, esse paciente será encaminhado para a classificação de risco em uma estrutura modular com toldo, localizada no estacionamento da unidade.

    Segundo a prefeitura, os profissionais de saúde farão a classificação de risco e seguirão protocolo específico para a detecção de pacientes com Covid-19. Todos receberão máscaras e, ali mesmo, serão atendidos pela equipe de saúde formada por médico, enfermeiro e técnico de enfermagem.

    Pacientes que apresentem quadros leves serão liberados após orientações e prescrição de medicamentos. Casos mais graves serão encaminhados para internação pela área externa da unidade, de forma a não passarem pela recepção e nem pelos corredores de acesso aos consultórios. Eles seguirão diretamente para a área de isolamento da doença.

    Conforme explica o secretário de Saúde, Fábio Ferraz, é muito importante promover o isolamento dos pacientes com covid-19 por meio de um fluxo específico de atendimento na unidades de saúde da cidade. Nas próximas semanas, esse sistema de atendimento também será iniciado na UPA da Zona Noroeste (Av. Jovino de Melo, 927, Areia Branca).

    Segundo divulgado pela prefeitura, quem tiver outro tipo de queixa entrará na unidade normalmente, passará pela classificação de risco e por atendimento médico. A administração municipal garante que estes pacientes também receberão máscaras e terão álcool em gel à disposição para higienizar as mãos.



    Fonte